Inicio MEU FINANCIAMENTO AMORTIZAÇÃO As vantagens de amortizar com redução do prazo

As vantagens de amortizar com redução do prazo

14104
COMPARTILHAR

Entenda como funciona amortizar com redução do prazo no seu financiamento e como usar a seu favor

As vantagens de amortizar com redução do prazo

A Amortização do saldo devedor de financiamento imobiliário é o primeiro passo para acelerar a liquidação do financiamento.

Em geral, o sonho da casa própria inicia ao adquirir o financiamento para comprar ou construir o imóvel, depois disso, a concretização final é conseguir pagar o financiamento com tranquilidade, e ir projetando formas de reduzir o saldo devedor e quitar antes do prazo contratado.

A amortização extraordinária no saldo devedor em geral está prevista em cláusula específica no contrato do financiamento e pode ser realizada quantas vezes o devedor desejar, desde que tenha disponibilidade financeira.

Melhor reduzir a parcela ou o prazo do financiamento na amortização

Ao amortizar o saldo devedor existem 2 opções possíveis:

  • Amortizar para redução da prestação ou
  • Amortizar para redução do prazo remanescente do financiamento.

Esta escolha é muito individual e depende do momento financeiro que o devedor estiver atravessando.

Portanto, quando você amortiza o saldo devedor do seu financiamento imobiliário, na prática você está deixando de pagar os juros e encargos que incidiriam sobre a quantia amortizada.

Essa é a primeira vantagem da amortização. A segunda é a possibilidade de escolher o melhor caminho para o seu planejamento financeiro.

Para saber como amortizar o seu financiamento imobiliário, você deverá levar em conta as seguintes variáveis:

  • Taxa de juro embutida;
  • Prazo restante do financiamento;
  • Sua idade (ela influencia no preço do seguro);
  • Sistema de amortização;
  • Saldo devedor.

Vamos focar nas vantagens de redução do prazo do financiamento (redução de parcelas)

❶ Reduzirá o saldo devedor com o valor da amortização,

❷ Prestação (Amortização e Juros) será mantida (ou ficará bem próxima da atual),

❸ Seguro mensal de Morte e Invalidez Permanente – MIP será reduzido proporcionalmente a amortização do saldo devedor,

❹ O Prazo será recalculado (reduzido) em função do saldo devedor após a amortização e a prestação (A+J).

Encargo Mensal (Prestação + acessórios)

O encargo mensal de seu financiamento é formado por quatro componentes:

  • Juros sobre o saldo devedor
  • Valor da amortização
  • Custo administrativo e
  • Seguro

Assim, quanto mais cedo você liquidar o financiamento, menos custo administrativo e seguro irá pagar. E, temos que levar isto em consideração!

O custo administrativo, em geral, é um valor fixo limitado a R$ 25,00. O seguro vai variar em relação ao valor do imóvel e também à sua idade, ou seja, quanto mais novo você for, menor o valor do prêmio mensal do seguro.

Veja também:

Encargo e Prestação – Quais as diferenças?

Simular amortização financiamento CAIXA

Veja um exemplo prático do que o cálculo amortização financiamento com redução do prazo. E como pode proporcionar de economia ao comprador:

As vantagens de amortizar com redução do prazo

Uso do FGTS na Amortização 

O fundo de garantia rende apenas 3% ao ano + TR, ou seja, menos que a remuneração da poupança. Assim o seu dinheiro do FGTS está se desvalorizando ao longo do tempo.

Sabemos que existe projeto no Congresso Nacional para modificar este rendimento e torná-lo mais vantajoso ao trabalhador. Existem controvérsias em função disso, considerando que o aumento do rendimento do FGTS inviabilizaria alguns dos Projetos de Habitação Popular, pois os juros iriam ser maiores e semelhantes aos juros da poupança.

Vale lembrar que o uso do FGTS, existem as regras e condições básicas a serem atendidas, tanto pelo devedor como pelo financiamento.

Para usar o FGTS para uma nova amortização ou liquidação o trabalhador deve esperar 02 anos da data da última utilização, não impedindo de fazer outras em dinheiro.

Interstício mínimo entre utilizações de FGTS para amortização financiamento

  • Para utilização do de saldo devedor de financiamento o interstício (FGTS intervalo mínimo) é de 02 anos, contados a partir da data da última amortização/liquidação procedida pelo mesmo trabalhador.
  • Esse interstício (intervalo) diz respeito à utilização por um mesmo trabalhador, podendo o coobrigado do financiamento amortizado há menos de dois anos utilizar seu FGTS para nova amortização/liquidação do mesmo financiamento, desde que atenda aos demais requisitos para a modalidade.

Veja mais:

Quantas vezes posso usar o FGTS no financiamento?

A amortização com redução do prazo do financiamento sempre será a melhor opção para o comprador que tem mantida a capacidade de pagamento no ato da negociação, desde que o valor do encargo mensal atual estiver dentro do orçamento familiar.

A experiência no mercado imobiliário mostra isso.

Gilberto Ribeiro de Melo

Especialista – Crédito Imobiliário