Inicio ARTIGOS Transferência de Financiamento para o SFH e Uso FGTS

Transferência de Financiamento para o SFH e Uso FGTS

18288

Transferência de financiamento para o SFH é permitida pela regulamentação do FGTS.

Saiba como isso é possível

Transferência de Financiamento para o SFH e Uso FGTS

Uma das condições para o enquadramento no SFH é o limite do valor do imóvel.

Os limites são alterados periodicamente pelo Conselho Monetário Nacional – CMN.

O limite atual de avaliação para financiar no SFH é R$ 1.500.000,00 estabelecido pela Resolução CMN 4.676/18.

O limite de valor de financiamento é de até 80% do valor de avaliação do imóvel.

É permitido até 90% do valor de avaliação se o sistema de amortização adotado for o SAC ou SACRE.

Para verificar os limites atuais e no tempo recomendamos a leitura do artigo:

Limites do SFH

Conheça o histórico no uso FGTS no SFH

Até 23.06.1998 somente era permitido 1 (um) financiamento no SFH por pessoa.

Todavia com a edição da Medida Provisória-MP 1671/98 de 24.06.1998, essa restrição foi revogada.

A partir de então foi liberada a contratação de mais de um financiamento no SFH, desde que a capacidade de pagamento seja atendida.

Porém, o uso do FGTS permaneceu somente permitido “para o primeiro imóvel financiado no SFH”.

Muitas pessoas financiaram fora do SFH por vários motivos:

  • não atendiam aos pré-requisitos
  • o valor do imóvel ultrapassava o limite de avaliação do SFH, na época, ou
  • havia uma limitação de contratação no SFH, enfim a solução foi financiar fora do SFH.

A alternativa para quem assinou fora do SFH é a chamada de “Transposição (Transferência) de contratos de Fora do SFH” (SFI ou Carteira Hipotecária) para o SFH.

Transferência de Financiamento para o SFH e Uso FGTS

Enquadramento no SFH

Em termos de normatização somente existe menção no MMP – Manual de Moradia Própria – Uso do FGTS (norma do agente Operador do FGTS).

Para atender os preceitos do MMP e uso do FGTS na data da transferência o devedor e o imóvel deverão atender as regras de uso, em especial:

  • Não ser titular de outro financiamento ativo no âmbito do SFH;
  • Não ser proprietário, possuidor, usufrutuário, promitente comprador ou cessionário de imóvel residencial, concluído ou em construção nas seguintes condições:

a) Imóvel localizado no mesmo município do exercício de sua ocupação laboral principal, incluindo os municípios limítrofes ou integrantes da mesma Região Metropolitana; e

b) Imóvel localizado no município de sua atual residência, incluindo os municípios limítrofes ou integrantes da mesma Região Metropolitana.

  • Ter 3 anos de trabalho sob o regime do FGTS, somados os períodos trabalhados, consecutivos ou não.

O imóvel será reavaliado pelo banco e o valor na data da transferência para o SFH não poderá ultrapassar o limite atualmente vigente no SFH.

O interessado deverá procurar o banco e efetivar o pedido de transposição/enquadramento no SFH, verificando a aceitação ou não.

Se aceito, haverá cobrança da tarifa pela análise, negociação e contratação.

Valéria Viviane Correa de Freitas

Especialista – Crédito Imobiliário

Fonte: MMP- Manual da Moradia Própria FGTS

OBS. do Click Habitação:

A transferência de financiamento para o SFH (transposição) existe e é utilizada no mercado imobiliário.

Porém, não existe norma legal permitindo tampouco proibindo a chamada Transposição ou transferência de financiamento para o SFH.

Mas é imprescindível a anuência do Banco.

O mercado financeiro (Bancos) utilizava a transposição, mas houve uma mudança de postura e alguns passaram a não aceitar.

Sugerimos questionar junto ao banco a aceitação ou não da transposição de financiamento para o SFH (Enquadramento no SFH).

A CAIXA a partir de 20/05/19 voltou a aceitar o Enquadramento no SFH (Transposição de FORA do SFH para o SFH) visando melhorar a jornada do Cliente e fomentar a adimplência.

Existe tarifa específica na Tabela de Tarifas do Banco: Enquadramento no SFH.

Em caso não aceite a ação judicial será uma hipótese, e podemos afirmar que existem decisões judiciais favoráveis para o uso do FGTS em contratos nesta situação.

Cabe ao mutuário avaliar contratar advogado de confiança para analisar a conveniência/oportunidade de impetrar ação judicial, se necessário for.

Lei 13932 – 12/12/2019

Incluiu o paragrafo 23 ao artigo 20 da Lei 8.036 (Lei do FGTS)

“As movimentações das contas vinculadas nas situações previstas nos incisos V, VI e VII do caput deste artigo poderão ser realizadas fora do âmbito do SFH, observados os mesmos limites financeiros das operações realizadas no âmbito desse sistema, no que se refere ao valor máximo de movimentação da conta vinculada, e os limites, critérios e condições estabelecidos pelo Conselho Curador.”

Assim, o uso do FGTS para contratos FORA DO SFH será permitido, desde que obedecidas as condições estabelecidas pelo Conselho Curador para a fase de amortização do contrato:

  • Uso para pagamento de parte de prestação ou
  • Amortização/quitação do saldo devedor do contrato

Na aquisição já era permitido, desde que o imóvel fosse financiável no SFH.

Estamos no aguardo da regulamentação pelo Conselho Curador do FGTS, por meio da adequação do Manual de Moradia Própria.

Atualizado em 03/01/2020

302
Deixe um comentário

119 Comment threads
183 Thread replies
3 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
109 Comment authors
  Subscribe  
mais recente mais antigo mais votados
Notify of
Eduardo Fischer Cristofalo

Boa noite! Tenho um Imóvel financiado pela Caixa desde 2016, pelo SFI , pois no momento da compra o mesmo foi avaliado além do limite permitido à época, pois bem… Read more »

Andre

vale a pena ir na caixa ou eperarar o manual da casa propria… to com processo a 3 anos.. e nao vai nem pre frente e nem pra traz… sera… Read more »

Leandro

Boa tarde, mesmo após a atualização do MMP não será permitido o uso do FGTS para quitar financiamento de compra de terreno?
Obrigado.

Vitor Barcelos Correa

Tenho uma duvida, adquiri um terreno pelo SFI, pois terreno so sob essa condição e foi construído uma casa sobre ele, hoje esta casa esta com todos os documentos em… Read more »

Vitor Barcelos Correa

Mesmo que hoje esse lote tenha uma casa averbada, com toda a documentação em dia e seja meu único imóvel?

jean

Eu lí o novo manual da moradia própria e nada fala sobre utilização de FGTS para amortizar ou liquidar financiamento.