Inicio ARTIGOS Home Equity ou Crédito Imóvel Próprio: Veja como funciona

Home Equity ou Crédito Imóvel Próprio: Veja como funciona

6355

Home Equity ou Refinanciamento ou Crédito imóvel Próprio é um crédito pessoal destinado a clientes Pessoa Física e consiste na liberação de recursos com a garantia de imóvel para formalização da operação.

Sabia que pode refinanciar imóvel quitado?

home equity - crédito com garantia de imóvel

A destinação dos recursos é livre, tornando o Home Equity ótima opção para atender a diversas necessidades, desde investimento para abrir seu próprio negócio até o pagamento de dívidas (agrupando em apenas uma).

Quem pode realizar? 

Qualquer pessoa física que tenha propriedade registrada em seu nome pode fazer o pedido do refinanciamento de imóvel.

Todavia, o cliente deverá ter capacidade de pagamento suficiente para poder contrair o crédito e verificar o limite de 30% da renda, geralmente utilizada pelo bancos.

O Home Equity ou Crédito imóvel próprio é modalidade de empréstimo utilizando imóvel residencial ou sala comercial, quitado no nome do tomador do crédito e com a documentação em ordem.

Quais as principais vantagens do Home Equity:

Veja os principais diferenciais da modalidade

Taxa de Juros competitiva

Quando comparado a outras linhas de crédito, é o que oferece as menores taxas de juros. Isso acontece devido ao fato de o banco ou a instituição financeira ter o bem como garantia. Assim, os riscos de emprestar dinheiro são bem menores.

Liberdade utilização dos recursos 

O proponente tem liberdade para investir da forma que for mais atraente e conveniente.

Sem destinação específica, pode ser usado para diversos fins. 

Como por exemplo:

  • Investimento em educação (própria ou dos filhos);
  • Aquisição de outro imóvel, para realizar uma reforma ou para mobiliar a própria casa;
  • Realizar uma viagem em família, com amigos ou sozinho;
  • Realizar uma festa de casamento;
  • Empreender, reformar seu escritório ou consultório, realizar um novo negócio, conquistar clientes, ganhar mercado, fechar negócios;
  • Reorganizar as finanças, concentrando as dívidas em um único pagamento;
  • Entre outros.

Prazo maior para pagamento

O crédito pessoal, em geral, tem prazo de retorno máximo de 60 meses ou de 72 meses.

No Home Equity ou Crédito Imóvel Próprio o prazo é de até 240 meses. Isso proporciona uma prestação menor e alívio no fluxo de caixa mensal.

Uso do imóvel

O cliente poderá continuar a usufruir do imóvel normalmente, poderá utilizar ou alugá-lo para geração de renda.

Ao usar o imóvel como garantia para tomada de crédito, as instituições financeiras classificam a carteira como de baixo risco.

E, por esta razão, oferecem taxas de juros menores que o crédito pessoal ou consignado, o que torna crédito barato!

Condições do crédito imóvel próprio ou Refinanciamento
Como escolher a melhor oferta de crédito?

O cliente deve planejar a obtenção do crédito, assim é importante ter cautela e avaliar as ofertas antes de fazer a escolha.

Compare as taxas de juros e as exigências de reciprocidade de cada banco.

Verifique e compare as ofertas de crédito, utilize o CET – Custo Efetivo Total para efetivar a escolha.

Veja detalhes no artigo:

Compare o Custo Efetivo Total – CET

Cada banco tem sua política de crédito e as condições de financiamento podem variar. Verifique antes de efetivar o negócio.

Os sistemas de amortização oferecidos pelos Bancos são: SAC e PRICE.

Outros diferenciais que devem ser considerados são: limite e quota de financiamento (até 60%) e percentual de comprometimento de renda (até 30%), que varia de acordo com cada banco.

Após um período, e de acordo com a política de crédito, o cliente terá direito a novas liberações de crédito caso não use o valor total aprovado, sendo chamado de Limite Global.

O crédito, embora ainda longe de alcançar o número expressivo do crédito consignado ou crédito imobiliário com recursos do FGTS e SBPE, já está se firmando no portfólio de grandes instituições financeiras e fintechs.

O Banco Central está procurando alternativas de mudança legal para estimular este tipo de crédito.

Alguns bancos e fintechs reformularam essa linha e a colocaram como um dos produtos que deve ser priorizado.

Mas, vale ressaltar que não se trata de crédito habitacional e sim, de um crédito imobiliário/comercial (tem IOF!).

É uma boa opção para substituir, por exemplo, dívidas elevadas com juros elevados, mas há o contratante deve estar ciente do risco de perder o imóvel.

Importante:

Cada imóvel só pode estar alienado para uma única operação.

Ou seja, você não pode dar em garantia o mesmo imóvel que está sendo usado como garantia em uma operação anterior.

Outra situação, o imóvel não necessariamente que servirá como garantia do empréstimo terá que ser seu.

Mas, o dono do bem deverá dar o aval para a operação bem como a assinatura que estará no contrato.

Este é chamado como interveniente garantidor, ou seja, também entra como responsável financeiro pela dívida.

Veja dados importantes sobre Refinanciamento, Home Equity ou Crédito Imóvel Próprio (Crédito com Garantia de Imóvel – CGI – Dados da ABECIP)

home equity ou crédito com garantia de imóvel - ABECIP concessões

home equity ou crédito com garantia de imóvel - abecip saldo em carteira

Conclusão

O Home Equity ou Crédito com garantia de imóvel é a forma de crédito pessoal mais em barata e de maior prazo de pagamento, podendo ser utilizada para diversas finalidades.

Por ser um crédito pessoal pode ser utilizado livremente, o cliente é quem define o que vai fazer com o dinheiro.

Contudo, como qualquer operação de crédito, é importante avaliar a capacidade de pagamento e os riscos existentes, em especial da perda do imóvel.

Por conta disso, o planejamento financeiro é etapa imprescindível e auxilia a diminuição dos riscos e aperfeiçoar chances de aprovação e ajusta a forma de pagamento ao orçamento mensal.

Patricia Matayoshi

Especialista em Crédito Imobiliário

Fonte:

Caixa, Banco do BrasilSantander, e Itaú

Artigo atualizado em 14/04/2020

OBS.:

A Quota de Financiamento ou LTV – definida como o percentual (%) máximo do valor do imóvel (avaliação) que o Banco financia para este tipo de Refinanciamento está limitada a 60% do valor da avaliação do imóvel, de acordo com a Resolução 4.676/18 do Conselho Monetário Nacional – CMN.

Veja mais:

Quota de Financiamento

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
4 Comentários
mais recente
mais antigo mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Daniel
1 ano atrás

Bom dia Gostaria que me tirassem uma dúvida, tenho um imóvel e gostaria de vende-lo e comprar outro maior, utilizando o valor da venda deste como entrada e financiar o… Read more »

Home Equity empréstimo com garantia de imóvel. Você sabe o que é? - villeImob
4 anos atrás

[…] bancos, segundo o blog Click Habitação, principalmente os privados, só oferece o crédito para clientes de contas premium e limitam a […]

mozart pego godinho
5 anos atrás

refinanciar minha casa