Inicio ARTIGOS Incorporação das Prestações em Atraso ao Saldo Devedor

Incorporação das Prestações em Atraso ao Saldo Devedor

12530

Incorporação das Prestações em Atraso ao Saldo Devedor: essa medida negocial refere-se ao valor do total em atraso mais os juros de mora e multa, que são incorporados ao Saldo Devedor e diluídos no valor das prestações ao longo do prazo restanteIncorporação das Prestações em Atraso ao Saldo Devedor

Negociação de dívida 

Sabemos que imprevistos acontecem e podem causar dor de cabeça, fazer você perder o sono por não ter onde tirar o dinheiro. 

Para evitar isso, o melhor é que se tenha um orçamento mais flexível, com menos comprometimento na renda com relação as despesas fixas para que tais imprevistos possam ser encaixados nas despesas mensais. 

A negociação da dívida reflete no aumento dessa despesa fixa, uma vez que esta envolve em reestruturação de dívida, portanto mais pagamento de juros.

Por isso, alertamos que a negociação com o Banco deve ser usada de forma racional, conforme a real necessidade e com reprogramação do seu orçamento.

É preciso esclarecer que a negociação de dívida não é obrigatória pelos Bancos. Porém os Bancos se interessam em negociar tais dívidas, desde que o devedor demonstre intenção de pagá-las.

Muitas pessoas acreditam que basta oferecer um valor e o Banco deve aceitá-lo. Mas não é bem assim.

Outro grande problema é que, na ansiedade de sair do vermelho, as pessoas acabam aceitando termos de renegociação que já sabem, com antecedência, que terão dificuldade de arcar. 

Incorporação das Prestações em Atraso ao Saldo Devedor

Não há dúvida que a falta de capacidade de pagamento das prestações tem por consequência a imediata inadimplência.

Por cláusula contratual, o Banco tem o direito de cobrar a dívida em atraso e também pode incluir o nome do cliente em cadastros restritivos informativos de crédito até que o atraso seja regularizado.

Para evitar a perda do imóvel, os Bancos trabalham com várias alternativas de refinanciamento da dívida.

Entre elas, a incorporação dos encargos em atraso. Essa é uma das prerrogativas mais utilizadas pelos Bancos, para permitir para que o cliente coloque sua dívida em dia. 

O limite de quantidade de prestações a ser incorporada ou a quantidade de incorporações durante a vigência do contrato é definida pelo Banco, uma vez que o aumento do Saldo Devedor ocasiona em aumento do valor do encargo, podendo comprometer a capacidade de pagamento, limitada geralmente em 30% da renda, mas o ideal é comprometer o menos possível (em torno de 20%). 

Dessa forma, o Banco pode exigir que o cliente faça uma nova avaliação de sua capacidade financeira, antes de autorizar a incorporação. 

Outra exigência que pode ser efetuada pelo Banco é o pagamento de valor de entrada, para que a incorporação seja efetivada.  

As consequências da Incorporação das Prestações em Atraso ao Saldo Devedor são: 

  • A prestação de amortização e juros de contrato com sistema de amortização SAC, SACRE ou Tabela Price com Recálculo periódico é recalculada em função do saldo devedor atualizado pro-rata die (se for o caso), sistema de amortização, taxa de juros e prazo remanescente.
  • Para os dos demais contratos é reajustada na mesma proporção do valor acrescido ao saldo devedor. 
  • Os valores dos prêmios de seguro são ajustados, com base nas condições vigentes para a apólice de vinculação do contrato. 
  • Quanto ao valor da taxa de administração, este permanece o mesmo após a negociação do contrato.  

Mas lembre-se, para o crédito imobiliário, por se tratar de garantia real, os Bancos podem se apresentar mais restritivos ou enrijecidos nessa negociação, então use-as de forma adequada e consciente.

Patricia Matayoshi

Especialista no Crédito Imobiliário

Para saber mais sobre as alternativas negociais, veja mais no artigo abaixo ou verifique com o seu Banco as possibilidades.

Quantas prestações posso atrasar no financiamento habitacional?

 

214
Deixe um comentário

102 Comment threads
112 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
91 Comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
FLAVIO

AS PRESTACOES INCORPORADAS, APOS REALIZADA A NEGOCIACAO DESAPARECEM DO SISTEMA DA CEF???

Ricardo

Olá.
Estou em negociação com a CEF de parcelas atrasadas.
Gostaria de saber se eu posso solicitar pausa estendida mesmo durante a negociação.

Já recebi um retorno do banco que no meu contrato não tem como fazer incorporação, isso realmente é fato ou eu tenho direito de pedir incorporação das parcelas em atraso?

Obrigado

samara marrone simoes borba

Fiz minha ultima incorporação em 2016,eu estou em atraso,ja posso fazer uma nova?

Israel

estou com duas parcelas atrasadas do meu financiamento imobíliario na CEF, do ano passado nas datas 16/02/17 e 16/03/17 as demais estou conseguindo pagar porem ficou essas duas prestações para traz e estar sendo cobrado juros, minha duvida e o seguinte, consigo negociar com a CEF. para por em dias essas duas prestações? outra duvida se eu atrasar mais 1 prestação o meu imóvel pode ir a leilão.

sthefania da silva correa

Boa tarde! Comprei um ágio e estava com umas prestações em atraso onde fiz uma negociação dos débitos que estava aberto pagamento ocorreu a vista. Deixei as prestações em dia, quando foi nesse mês chegou uma fatura no valor de cause 1,500 nela se trata da prestação da casa +934,64 de accessórios onde fala que no boleto diferença de prestação emitida? Não entende porque uma fatura com esse valor e por acaso o banco me deu os descontos e tá me cobrando de novo, isso e certo? Achei que tinha quitado tudo pagando avista porque foi feito uma negociação dos… Read more »

Bárbara

Boa tarde! pode me tirar uma dúvida, estou pensando em pedir a pausa estendida, mas gostaria de saber como ficam as parcelas depois que acabar o período da pausa, o valor fica maior?

Lidiane Pereira

Ola tenho uma dúvida, meu imóvel esta na fase final, e não consegui quitar parcelas anteriores e ainda faltam umas 15 parcelas com a construtora, o imóvel vai ser entregue em três meses.
Existe a possibilidade de incorporação dessa dívida junto a construtora ao meu financiamento?

Régis De Camargo Siqueira

Boa noite.
estou com uma terrível duvida.. estou desempregado e as parcelas do meu imóvel estão em dia.
estou me mantendo com o dinheiro do FGTS que por sinal esta quase no fim..

gostaria de saber o que é mais vantajoso usar o FGHab ou pedir uma pausa estendida nas parcelas?

o que você pode me sugerir nesse caso?

desde já obrigado.

Aline Wachtel

Olá,

Estou com dificuldades financeiras e lendo, vi a questão de solicitação de pausa estendida. Eu usei meu fgts para abater nas prestações, em iniciando a abater no valor da prestação em Junho/2016. Posso solicitar a pausa estendida mesmo assim?

Outra questão, é o vencimento das minhas parcelas, sempre dia 28 de cada mês, gostaria de ajustar para dia 10, pois acabo sempre atrasando o pagamento, minha dúvida é: Se eu solicitar este mês, vou ter uma parcela com vencimento dia 28 e dia 10 terei outra?

Márcio Abílio

Boa noite equipe.
Tenho a seguinte pergunta. Em um refinanciamento de parcelas atrasadas . A quantidade de parcelas atrasadas gerou um saldo que dividido obteve-se outro valor de parcela.
Então ficou parcela original somada parcelas do valor em atraso.
Ex.
Parcela original_ 400.00
Parcela saldo atrasado_300.00
Valor total do boleto _700.00
Com o sinistro de óbito do titular a seguradora quitou
Apenas as parcelas originais do valor 400.00 que ainda
Faltavam.
Pergunto então.porque as parcelas do saldo atrasado de 300.00 que foi um acordo não fora quitadas no óbito do titular?