Inicio COMPRAR CASA Financiar custas com cartório e ITBI

Financiar custas com cartório e ITBI

3913

Financiar custas com cartório e ITBI: Bancos oferecem crédito

Registro de Imóveis - Averbação e pedido de providências - Cartório - Financiar custas com cartório e ITBI

Na hora de adquirir imóvel, o comprador muitas vezes se empolga com a aquisição e pode não “lembrar” que terá de arcar com o custo do registro no cartório e Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI).

São despesas com valor alto e podem prejudicar a compra ou a estabilidade financeira do adquirente, em especial no início do financiamento.

Afinal, muitos adiam o sonho da casa própria justamente por não ter o dinheiro suficiente para arcar com toda documentação e impostos, além da entrada.

Lembrando que, ainda, terá despesas com: mobília, pequenas reformas e mudança.

O desembolso para garantir a compra pode chegar a 5% do valor do bem.

E para quem não fez o planejamento financeiro da compra uma opção é incluir a despesa no financiamento.

De qualquer maneira o comprador precisa ter o dinheiro para recolher o ITBI junto à prefeitura e pagar o registro no cartório até a liberação do financiamento.

Em geral, o valor do ITBI é reembolsado somente após o imóvel ter sido registrado em cartório.

Desta forma, o consumidor deve dispor de recursos até a liberação do crédito por parte do banco.

A maioria dos grandes bancos aceitam a inclusão das custas com cartório e ITBI no financiamento imobiliário, desde que não ultrapasse o limite de crédito estabelecido e do perfil do cliente.

Os valores serão ressarcidos no momento da liberação do crédito ao vendedor, ou seja, após o registro do financiamento junto a matrícula do imóvel.

O ideal é sempre planejar a compra e prever o valor aproximado desses gastos.

A possibilidade de financiamento pode ser vantajosa para quem está com o orçamento no limite.

Fique por dentro de todos os gastos da compra do imóvel:

Custos para comprar imóvel

Como solicitar financiar custas com cartório e ITBI?

Pode incluir o custo das despesas no valor do seu financiamento, desde aprovado pelo banco.

Outra opção é fazer o empréstimo separado do financiamento em banco ou financeira (crédito pessoal).

As vantagens do financiamento para despesas de documentação de imóveis:

  • Isso evita taxas adicionais.
  • Evita a utilização daquele dinheiro de fundo de emergência.

Como amenizar financeiramente o comprador no início do contrato?

Considerando as inúmeras despesas na compra do imóvel para quem tem recursos na conta vinculada do FGTS pode ter uma alternativa interessante:

Uso do FGTS para pagamento de parte da prestação

A prerrogativa permite que o valor do dispêndio mensal para pagamento do encargo seja diminuído em até 80% do valor.

Assim, os pagamentos de despesas extras e parcelamentos de compras de moveis e reforma podem ser pagos indiretamente com o FGTS.

Desconto nas custas de cartório e ITBI

Quando se compra o primeiro imóvel no SFH – Sistema Financeiro de Habitação, o adquirente tem direito a 50% de desconto custas Cartório com o registro da transação.

O ITBI depende da legislação municipal.

Existem cidades que tem isenção total ou parcial do imposto, e outras que não concedem nenhum desconto. 

Veja mais:

Desconto Custas Cartório e ITBI – financiamento 1º imóvel SFH

GILBERTO MELO

Especialista em crédito imobiliário

4
Deixe um comentário

2 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
  Subscribe  
mais recente mais antigo mais votados
Notify of
Queiliane Sampaio

Quais as taxas cobrada no imóveis comprado na planta ? Financiado pela caixa?

Edson santos da costa Junior

Bom dia. Estou adquirindo um imóvel através de financiamento bancário particular ,no caso ,banco Itaú. Este seria meu primeiro imóvel. Gostaria de saber se tenho direito ao desconto de 50%… Read more »