Inicio MEU IMÓVEL DECORAÇÃO Lousas na decoração ganha mais espaço

Lousas na decoração ganha mais espaço

1596
COMPARTILHAR

Em propostas residenciais ou comerciais, os quadros negros (lousas na decoração) aparecem por causa de projetos que valorizam lados lúdicos e práticos dos moradores

lousas na decoração
Uso de paredes ou quadros para receitas e cardápios levam charme a restaurantes e bares

Um dos aspectos mais comuns da vida contemporânea é recorrer aos aparatos da tecnologia para guardar informações essenciais para seguir com a rotina de trabalho, estudos ou mesmo doméstica.

Tablets e smartphones conseguem reunir uma vida inteira dentro deles, a começar pela relação de contatos e os lembretes e alertas imprescindíveis.

Mas, quem pensa que o velho companheiro papelzinho foi abandonado, está muito enganado.

Telefones importantes, lista de compras, agenda de compromissos e atividades, calendários de provas, cardápio para o almoço ou o jantar, consultas, um recado para quem ainda não saiu de casa – é muita coisa para anotar e papel que parece infinito.

Uma solução que chega da decoração incorpora o conceito na composição dos ambientes, facilitando o dia a dia.

Agora, o quadro negro sai da sala de aula e invade o lar, pendurado na parede ou mesmo revestindo superfícies enormes com uma tinta que cria o efeito especial.

Com variações que vão do mais simples até alcançar propostas ultra modernas, as lousas atualmente estão por todos os lados.

É muito fácil colocar esta ideia em prática. Em ambientes residenciais ou comerciais, ela pode aparecer na forma do quadro negro propriamente dito, como é mais conhecido, que, em vários tamanhos, pode ser fixado ou apoiado em algum lugar, mas hoje também já existem outras possibilidades. Uma tinta esmalte há algum tempo disponibilizada no mercado concebe o mesmo resultado.

Com igual processo de aplicação das tintas comuns – lixa e de duas a três demãos -, ela faz com que a área se transforme em uma lousa, permitindo uma infinidade de usos conforme cada projeto.

“A lousa pode aparecer em vários tipos de ambientes e conceitos. Em quartos de crianças e adolescentes, brinquedotecas, cozinhas, escritórios, restaurantes, bares, cinemas, banheiros, é um sucesso – um efeito barato, divertido, interativo”, ressaltam os arquitetos Cristiano Sá Motta e Ricardo Gruner, sócios do escritório Motta&Gruner, que funciona em Belo Horizonte.

lousas na decoração
Os arquitetos Ricardo Gruner e Cristiano Sá Motta dizem que efeito é prático e pode aparecer em forma de quadros ou cobrindo paredes

Em inúmeras intervenções em lojas, cinemas e restaurantes muito prestigiados na capital, além de empresas, consultórios, lofts, casa e apartamentos, eles lançaram mão do recurso e chegaram a conclusões projetuais encantadoras, das quais nasceram espaços elegantes, atuais e, ao mesmo tempo, funcionais, despojados, criativos e camaleônicos.

Muito por causa do clima inerente aos quadros negros, no qual já apostam há mais de dez anos.

“O quadro negro pode estar em qualquer decoração, desde que ela tenha um caráter mais descontraído, lúdico e interativo, ou em espaços comerciais, onde um quadro de aviso é sempre bem-vindo”, continuam Cristiano e Ricardo.

Segundo os profissionais, a tinta, que é encontrada em BH por menos de R$ 70 para um galão de 3,6 litros, pode ser pintada sobre a parede, um painel de MDF ou até sobre algum móvel, como uma estante, por exemplo.

“Aplicar a tinta usando um compressor garante uma pintura mais homogênea, mas também pode ser com o rolo comum”, ensinam.

As formas de utilização e as funções desempenhadas são extensas, complementam os arquitetos.

O quadro negro ou o efeito lousa, exemplificam, podem compor banheiros de cineclubes e bares, para os usuários deixarem recados e até sacanagens; na estante de uma adega, para escrever a origem e a data dos vinhos ao fundo; na parede da cozinha, para receitas, listas de compra e recados; na parede do loft de um artista, para estudos e croquis.

“Gostamos particularmente da possibilidade de apagar e fazer de novo. Quanto mais você apaga, fica mais fosco, mais bacana ainda”, elogiam.

lousas na decoração
As decoradoras Cláudia e Sylvia Navarro recomendam a tinta em tom verde para espaços destinados às crianças

Partindo de uma tinta esmalte fosco e uma superfície lisa, pode surgir o efeito lousa, que também aparece em outras cores além das convencionais preto e verde, como azul cobalto, grafite, rosa escuro e roxo, orientam as decoradoras Sylvia e Cláudia Navarro.

Esta tinta é comercializada na maioria das casas do ramo por todo mundo, e não há nenhuma dificuldade em adquiri-la. Como é a base de água, seca rápido e quase não tem cheiro.

Para limpar o giz, um pano úmido resolve. “Este recurso é inserido na decoração quando podemos utilizar o giz para desenhar ou escrever.

E isso só se justifica quando há alguma mensagem para passar através do quadro negro – um desenho em ambientes infantis, uma informação importante em um espaço comercial, ou ainda para anotar contagem de pontos, no caso de locais voltados para diversão e jogos para adultos”, citam Sylvia e Cláudia.

Lousas na Decoração – Alternativa

Além do quadro emoldurado e da tinta, o MDF melamínico, preto ou verde, é outra opção para alcançar este resultado, acrescentam.

Já para ter um efeito daqueles quadros brancos em que se escreve com canetas especiais, que substituíram os antigos nas escolas, dá para forrar uma área específica com um material laminado plástico brilhante.

lousas na decoraçãoFigurando na parede, na porta, em divisórias, estendida em ilimitados tamanhos e formas, de acordo com a imaginação e a necessidade de cada pessoa, a lousa pode ter como objetivos informar, brincar, desenvolver a escrita, ou um caráter meramente decorativo, com desenhos criativos e artísticos, continuam Sylvia e Cláudia Navarro.

“Em projetos direcionados para os adultos, como em escritórios, lojas, empresas ou na cozinha, por exemplo, o mais comum é usar a lousa na cor preta e, nos ambientes infantis, em que o tom é lúdico, o verde escolar confere mais alegria e leveza.

A combinação mais harmônica vai surgindo conforme se decora o restante do espaço, sem nenhuma obrigação ou regra pré definida”, dizem.

Para Sylvia e Cláudia, o quadro negro ou o efeito lousa permitem nascer ambientes que sempre podem se modificar, dependendo da mensagem estampada, o que confere ao local uma atmosfera informal, antenada e atualizada.

Em termos de estilo, na opinião delas este elemento se encaixa melhor quando a intenção é ter um aspecto mais moderno, mas, como já é um material utilizado há muitos anos, também é possível se originar em propostas clássicas, como em um quadro com uma moldura sofisticada, ponderam.

“Sabendo onde, para quem colocar e que papel conferir a eles, a lousa ou o quadro negro podem se integrar despretensiosamente com uma decoração adequada ao ambiente e sua função. Cada espaço tem um tipo de decoração compatível.”

Mensagem em poucos traços

Como suporte para lembretes, mensagens descontraídas, poemas, desenhos, ou o que a inspiração mandar, o quadro negro e a lousa lousas na decoraçãocompõem a casa sempre de forma divertida, e se espalham por todos os recantos do lar, salienta o designer de ambientes Marco Dias Reis.

Se for a preferência, o efeito não precisa estar em uma parede inteira – dá para fazer uma faixa, um quadrado ou figuras geométricas, e qualquer outro detalhe, o que já vai dar outra cara ao cômodo.

“Como este é um elemento forte, geralmente em cores marcantes, a melhor forma de utilizá-lo é fazer formas divertidas na hora de reproduzir.

Uma estilização com o desenho de um espelho veneziano ou outros formatos inusitados são opções interessantes”, cita.

Marcos complementa que o cuidado inicial deve ser em tentar encaixar a lousa a fim de deixar a decoração mais atraente, como um dos atores principais do projeto, seja no hall de entrada ou mesmo em um canto especial para o morador, por exemplo.

“Ela entra com um clima despojado que, para mim, vai de ares retrô até visuais super contemporâneos.”

Saindo do papel informativo, para os arquitetos Antônio Ferreira Junior e Mario Celso Bernardes, a lousa pode também ter o caráter de uma verdadeira obra de arte, que pode ser misturada a outros objetos de valor artístico ou estima pessoal.

Segundo eles, se chega a uma harmonia do projeto quando o quadro negro é colocado no lugar certo – o segredo é saber qual é. “As variações em formas e tamanhos são enormes.

Não sabemos mensurar quando surgiu esta tendência, mas começamos a observá-la, primeiramente, em restaurantes, bares e até açougues”, ressaltam.

Os profissionais já usaram o recurso em participações na Casa Cor, entre outros projetos e, em uma cozinha planejada por eles em São Paulo, a forte relação com as tradicionais casas de carne nasce com a lousa que reveste generosamente uma das paredes do ambiente com receitas, dicas de ingredientes e curiosidades desenhadas com giz.

lousas na decoração

Quem tem filhos sabe que os pequenos adoram mostrar seus dotes artísticos nas paredes e, para não correr o risco de repintar todas as paredes do apartamento, liberar um cantinho no quarto deles pode ser uma boa solução.

No Quarto Infantil, assinado por Sylvia e Cláudia Navarro na mostra Decora Lider deste ano, que acontece até outubro em BH, a intenção das profissionais era criar um apelo lousas na decoraçãolúdico e social, em um espaço voltado para uma criança ou adolescente, menino ou menina, onde os amigos pudessem ficar e se divertir.

Em duas paredes, a tinta lousa permite momentos de muita brincadeira, como era a proposta.

Em algumas partes mostra desenhos juvenis, em outras marca a altura e o desenvolvimento da criança.

“Com o quadro negro, eles podem desenhar, aprender, escrever, fazer contas, deixar recados, mensagens e palavras que pertencem ao seu universo”, finalizam.

Saiba Mais

O material que cria o quadro negro é muito antigo, pontuam Sylvia e Cláudia Navarro.

Agora, ele volta à cena para desempenhar o papel de decorar, informar, ou para brincadeiras e jogos, por exemplo, se adequando a diferentes necessidades com a vantagem de ser funcional – é um elemento de custo relativamente baixo, alto efeito decorativo e muito prático.

“Como tudo na vida, se adapta e se transforma. Nada como a arquitetura e o design de interiores para ressuscitar e dar novas e multifacetadas funções a recursos muitas vezes subutilizados.”

Fonte: Lugar Certo

Na hora de decorar o quarto de crianças, logo pensamos: se for menino será azul e se for menina, na maioria das vezes, o rosa acaba sendo a principal escolha.

Porém, com um pouquinho de criatividade e imaginação é possível usar outras cores e deixar o cantinho dos pequenos com uma decoração diferente e ao mesmo tempo aconchegante.

Veja mais:

Como decorar o quarto de crianças com cores escuras

DEIXE SUA PERGUNTA, COMENTÁRIO OU SUGESTÃO.

Please enter your comment!
Please enter your name here