FGTS no financiamento – Qual o intervalo nas utilizações?

FGTS no financiamento – Qual o intervalo nas utilizações?

285
COMPARTILHAR

Quantas vezes posso usar o FGTS no financiamento?
O uso do FGTS é uma das prerrogativas mais relevantes na compra da casa própria, veja os detalhes de quantas vezes posso usar o FGTS no financiamento.

22 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia!!!
    A minha dúvida seria sobre os períodos de aquisição e amortização…
    Faz mais de 3 anos que o proprietário usou fgts para sua aquisição,mas dois meses usou para amortizar prestações…
    Estou comprando seu imóvel, posso usar fgts na aquisição do mesmo imóvel?
    obrigada

    • Olá Lucimara

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que conforme dissemos no artigo os intervalos de uso do FGTS não se misturam.

      Assim, como o vendedor do imóvel utilizou o FGTS na entrada (aquisição) há mais de 3 anos você poderá utilizar normalmente o FGTS como entrada quando for financiar ou comprar à vista o imóvel.
      O fato dele ter utilizado FGTS para amortizar não interfere no uso como entrada do FGTS na compra do imóvel.

      Equipe Click Habitação

  2. Olá, gostaria de saber estou fazendo um financiamento minha casa minha vida e a imobiliária que está emcaminhando a papelada me disse que o governo cobra imposto sobre o valor do financiamento da minha casa minha vida,no caso estou pegando 150 mil.obrigado muito esclarecedora a página.

    • Olá Marcos

      Boa TArde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que como qualquer compra de imóvel existem custos: ITBI e registro no Cartório de imóveis, por exemplo
      Alguns municípios dão descontos no ITBI e se for o primeiro imóvel poderá pleitear desconto no registro.

      Existem tarifa de 1,5% sobre o valor do financiamento autorizada pelo conselho Curador do FGTS.

      Para ver os custos envolvidos sugerimos a leitura do artigo:
      Custos para comprar imóvel

      Equipe Click Habitação

  3. boa noite! Os juros, valores das prestações mudam no financiamento de construção, caso eu tenha algum imóvel em meu nome ou não tenha imóvel em meu nome? E outra pergunta, eu inicio um financiamento de construção tendo um imóvel em meu nome na mesma cidade, depois acabo vendendo meu primeiro imóvel, posso depois de vende-lo, usar o FGTS para ajudar na construção do outro, que já tinha começado a construir, antes de vender meu outro imóvel?

    • Olá João Paulo

      Boa Tarde!

      As suas perguntas estão muito parecidas …
      O uso do FGTS é para moradia própria.
      Se você já tem um imóvel o uso do FGTS somente pode ser utilizado naquele imóvel, se estiver financiado no SFH e atender as condições de uso do FGTS.

      Para você utilizar em outro imóvel, em especial se ele se localizar na mesma região metropolitana do imóvel atual você precisa previamente vender o primeiro para poder utilizar FGTS no segundo.

      Na hipótese de sua pergunta, se já financiou para construção antes de vender o outro imóvel somente poderá utilizar o FGTS após a venda do primeiro imóvel e somente para amortizar o saldo devedor após terminar a construção. Não poderá usar durante a construção do imóvel.
      Se quiser utilizar o FGTS na entrada ou construção você precisa estar habilitado para uso no momento da contratação. Assim, deve vender antes de contratar o novo financiamento.

      Sugerimos a leitura do artigo:
      FGTS e a propriedade de imóveis

      Equipe Click Habitação

  4. ola gostaria de usar fgts para abater as prestaçoes da minha casa tenho que ir na agencia ou faço por telefone obrigado

    • Olá Eduardo

      Bom dia! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que se seu contrato for da CAIXA e você já utilizou FGTS na entrada do financiamento ou durante o financiamento poderá fazer seu pedido por telefone:
      A CAIXA disponibiliza serviços de pós-venda da habitação pelos 3004.1105 (capitais e regiões metropolitanas) e 0800.726.0505 (demais regiões), aos clientes com contratos imobiliários ativos.

      Se for de outro Banco deverá comparecer na agência.

      Equipe Click Habitação

  5. Bom dia. Hoje tenho uma prestação de 573,00 com encargos. Se eu amortizar 5.000 diretamente do saldo devedor (utilizando o FGTS), como ficaria minhas parcelas? Caso também diminuísse o tempo, quais as vantagens? Peguei 104.000,00 de financiamento e já estou na parcela de número 17. Meu saldo devedor aumentou e está em 104.600,00…. Se continuar desse jeito, unca vou terminar a dívida????
    Muito obrigada e Parabéns pelo site!!!!
    Dados de hoje
    Parcela número: 17
    Saldo devedor: 104.681,85
    Amortização: 144,88
    Juros: 393,11
    Seguro: 35,34
    Taxa de juros contratual: 4,5

    Se não tiver condições de abater o saldo devedor, como faço para rever esses valores e fazer com o saldo devedor vá diminuindo ao invés de aumentar?

    Sistema PRICE em 360 parcelas (já li que são as piores formas de financiamento, e por isso a minha preocupação)

    • Olá Kátia,

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que algumas escolhas que fizerem com que a evolução do saldo devedor fosse prejudicada:
      1) Sistema de amortização PRICE – nele você tem uma prestação (A+J) menor, mas uma menor capacidade de amortização do saldo devedor. Veja detalhes no artigo:
      Sistema de Amortização: veja qual o ideal

      2) Prazo máximo de financiamento = 360 meses – Quanto maior o prazo mais juros e encargos serão pagos ao longo do tempo. A prestação (A+J) será menor, mas tem consequências … Veja mais no artigo:
      Vale a pena aumentar o Prazo do financiamento?

      Estes 2 fatores somados ao aumento dos juros no mercado financeiro é que não facilitam a amortização do saldo. A Taxa Referencial-TR estava em alta e somente agora com o começo da redução dos juros pelo Governo há perspectiva de baixa da atualização monetária dos saldo devedores.
      A TR atualiza o saldo devedor e diante das escolhas muitas vezes o valor da atualização é maior que o valor da A-amortizacão da prestação e o saldo devedor aumenta invés de diminuir.

      Com relação a amortização do saldo devedor é boa opção e se o encargo mensal estiver dentro de sua capacidade de pagamento orientamos a optar pela reduçào do prazo de financiamento.
      Nesta opção, você mantêm o valor aproximado da prestação (A+J), mas reduz o J-Juros e aumenta e A-amortização propiciando uma melhor evolução do saldo devedor.

      Esclarecemos que não temos como efetivar o cálculo aproximado do novo prazo no sistema PRICE, efetivamos somente para o sistema SAC.

      Lembramos que como descrevemos no artigo a prestação (A+J) tem recálculo anual para reequilibrar a relação entre o saldo devedor e a prestação para fins de minimizar o eventual saldo devedor residual no final do prazo do financiamento.
      Veja no artigo:
      Saldo Devedor Residual no Decurso do Prazo

      A orientação é que você faça amortizações periódicas para redução do prazo, em especial com o uso do FGTS a cada 2 anos, isso melhorará o perfil da evolução do saldo devedor e possibilitará a quitação antecipada futura.

      Equipe Click Habitação

  6. Comprei um apto a exatos 1 ano e 7 meses com aquela modalidade de prestaçoes que iria abaixando. Fiquei todo feliz a epoca agora acho que entrei numa furada pois alem da prestaçao nao abaixar um centavo tem mes que pago ate 20 reais a mais do que a primeira…O que eu faço…Amei o site ..parabens pelo exelente serviço prestado a populaçao…

    • Olá Rubem Jr

      Bom dia! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que o grande problema na evolução dos saldos devedores do financiamento foi a subida dos juros do mercado desde meados de 2013 com o consequente aumento da TR – Taxa Referencial que atualiza a poupança, a conta do FGTS e o saldo devedor dos financiamentos habitacionais.

      Por que a prestação do financiamento pode aumentar?
      Elevação ou a queda dos juros no mercado muda o valor da TR, a qual atualiza o saldo devedor dos financiamentos habitacionais e pode pesar ou aliviar na prestação, quando do seu cálculo mensal, recálculo periódico ou atualização.
      Assim, é possível afirmar que o decréscimo mensal que ocorria em passado recente para os contratos com sistema de amortização SAC era, em parte, decorrente de TR num patamar mais baixo que o atual. Já os contratos com sistema de amortização PRICE passarão a ter recálculos das prestações com maior acréscimos de valores.”

      Veja detalhes no artigo:
      Como consultar saldo devedor do financiamento

      Recentemente o governo federal começou o processo de baixa nos juros e isto irá aos poucos refletir numa melhora na questão da amortização do saldo devedor e manterá o viés de queda nas prestações no sistema de amortização SAC.

      Equipe Click Habitação

  7. Boa tarde, eu tinha um apartamento financiado pela caixa, e vendi no mês de abril de 2016 após 5 anos de financiamento, e estou tentando comprar outro imóvel financiado pela caixa, porém a caixa só está liberando um financiamento de uma parcela bem abaixo dos 30% que meu salario permite, gostaria de saber se esse empréstimo está baixo devido ainda constar em meu cpf esse financiamento que ja foi quitado, e se sim o que devo fazer para dar baixa nesse financiamento, porque tenho em mãos a matricula do apartamento constando que o vendi?

    • Olá Marconio

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação

      Esclarecemos que cada Banco tem seu sistema de avaliação de risco e os critérios internos não são liberados.
      O 30% da renda é uma referência de mercado, mas não necessariamente será permitido o uso de todo este percentual, dependendo da avaliação de risco elaborado pelo sistema do Banco.

      Cremos que se a quitação do financiamento em abr/16 já estaria o comprometimento liberado no sistema do banco.
      Mas, somente o gerente da sua conta no Banco poderá lhe orientar quanto a isso.

      Sugerimos a leitura do artigo:
      Comprometimento de renda

      Equipe Click Habitação

  8. olá! primeiramente parabéns pelo site! É ótimo
    Tenho um financiamento de um apartamento pelo minha casa minha vida (não usei fgts)
    possuo um outro financiamento de uma casa que pretendo quitar!
    posso usar o fgts na casa para ajudar a quitar? ou só posso usar o fgts no apartamento que é o primeiro imóvel?
    muito obrigado

    • Olá Mauricio

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que o uso do FGTS é para moradia própria.
      Assim como regra geral, se você tem 2 financiamentos a utilização do FGTS será permitida do primeiro financiamento.

      Veja detalhes no artigo:
      FGTS e a propriedade de imóveis

      Equipe Click Habitação

    • Olá Anselmo

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Sugerimos rever o vídeo.
      Você poderá utilizar o FGTS no financiamento dentro do SFH, se atender as condições de uso:
      – a cada 12 meses – para pagamento de parte da prestação
      – a cada 2 anos – amortizar ou quitar o financiamento.

      Sugerimos, também, a leitura do artigo:
      Quantas vezes posso usar o FGTS no financiamento?

      Equipe Click Habitação

  9. Bom Dia!!

    Gostaria de informação sobre a incorporação de parcelas atrasadas, são todos os bancos que aceitam essa opção?? NO meu caso a Caixa economica?

    Att,

  10. Boa tarde! Vou assinar o contrato junto ao banco, referente a compra do imóvel, e gostaria de saber se as chaves já devem ser entregues a mim na data da assinatura? Como o imóvel não é novo porém ainda está em nome da construtora, como posso me precaver das eventuais dívidas como: iptu, condomínio, agua, luz e gás nesse caso, para que eu não tenha problemas após o registro em cartório?

    • Olá Nataly

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que a praxe de mercado é a entrega das chaves após a liberação do valor pelo Banco junto a Construtora, a qual somente ocorrerá após a entrega da Certidão de matrícula do imóvel atualizada constando o registro da compra e venda e da garantia do Banco junto ao Cartório de Registro de Imóveis.
      Mas, este tipo de negociação deveria lhe ter sido informado previamente.

      Com relação a dívidas, também, é uma checagem que deveria ter sido efetivada antes da compra.
      Porém, qualquer valor de dívida anterior deverá ser paga pela Construtora. Em caso de problemas procure o PROCON.

      Sugerimos a leitura dos artigos:
      O que devo checar quando receber o imóvel?
      Dicas para verificar antes de comprar imóvel

      Equipe Click Habitação

DEIXE SUA PERGUNTA, COMENTÁRIO OU SUGESTÃO.