Meu primeiro Apartamento! Como gerenciar meu financiamento

Meu primeiro Apartamento! Como gerenciar meu financiamento

864
Fonte: Click Habitação
COMPARTILHAR

O fato de estar morando no meu primeiro apartamento não significa que minhas preocupações e responsabilidades acabaram

Isso significa que enquanto eu não pagar toda a minha dívida, fica a propriedade fiduciária do Banco em vigor, registrada em cartório.

Por isso, cabe a mim manter um BOM planejamento financeiro para que eu possa honrar e pagar toda minha dívida junto ao Banco.

Meu Primeiro Apartamento

Forma de Pagamento 

Para que eu continue com o imóvel, preciso evitar o atraso no pagamento das minhas prestações. Para minha comodidade, optei desde a assinatura do meu financiamento, pelo Débito em Conta.

Mas um fator crucial pela escolha do débito em conta foi o benefício da taxa de juros reduzida. Alguns bancos oferecem taxa de juros diferenciada, caso você opte por débito em conta no banco, e por alguns outros produtos como cartão de crédito, cheque especial, conta salário.

Porém para não perder esse benefício, não posso desativar esses produtos ou ficar inadimplente, senão perco esse benefício.

No caso da inadimplência, para retornar ao benefício, somente com pagamento em dia por seis meses subsequentes.

DICA: Quando quero consultar os dados do meu financiamento ou tirar a 2ª via de boleto, eu acesso o link: CAIXA -Boleto

Vale a pena amortizar e reduzir o prazo do financiamento

Meu próximo passo agora é fazer amortização, todas que forem possíveis!

Pretendo usar o FGTS somente no fim do ano, pois cabe considerar que existe interstício de 2 anos para uso desse recurso. Por isso, prefiro juntar uma quantia razoável e usá-lo como amortização.

Do ponto de vista financeiro, usar o FGTS para amortizar o saldo devedor é ótimo, pois no fundo o dinheiro só rende 3% ao ano mais TR, perdendo da inflação.

Mas cabe lembrar que a amortização com recursos próprios posso fazer a qualquer tempo e quantas vezes eu quiser.

No meu caso o que me interessa é a amortização com redução de prazo, ou seja, manter o valor da prestação e diminuir o prazo, que originalmente é de 420 meses.

Isso porque reduzir o prazo significa diminuir os juros a serem dispendidos ao longo do financiamento e aumenta o poder de amortização mensal do encargo pago todos os meses.

Veja um exemplo:
  • Valor do Saldo Devedor: R$ 166.000,00
  • Taxa de Juros: 7,44%
  • Valor a ser Amortizado: R$ 5.000,00
  • Prazo Inicial: 412 meses
  • Prazo Restante (após amortização): 368 meses

Veja que há uma redução de 44 meses e com o mesmo valor de prestação.

No meu caso, como tenho um bom planejamento financeiro, optei pela redução de prazo, pois consigo manter o pagamento das minhas prestações pelo mesmo valor.

Veja mais:

As vantagens de amortizar com redução do prazo

Caso eu tivesse dificuldades de pagar, no meu caso, poderia optar pelo uso do FGTS para amortização com redução de valor do encargo ou usar o FGTS para pagar as minhas prestações, que cobriria até 80% do valor total, restando apenas 20% para eu pagar.

IMPORTANTE: Nessa fase de gerenciamento, o importante é ter o controle de suas finanças. Caso veja que exista dificuldades em pagar, estude as possibilidades para não ficar inadimplente. Qualquer dúvida, converse com seu Banco. Sempre evite antes as situações difíceis, os custos serão sempre menores.

Espero que tenham gostado da série de artigos.

A partir de agora vou postar assuntos específicos citados em qualquer um dos quatros artigos. Se quiser, pode sugerir o tema.

Patrícia Matayoshi

Especialista no Crédito Imobiliário

Veja também:

Primeiro apartamento – Decisão e Planejamento

4 COMENTÁRIOS

  1. BOA TARDE,

    FIZ MEU FINANCIAMENTO PELA CEF, DEU TUDO CERTO PAGUEI MINHA PRIMEIRA PARCELA POR DEBITO AUTOMATICO DA CONTA CORRENTE, TUDO BLZ. GOSTARIA DE SABER SE EU CANCELAR MINHA CESTA DE SERVIÇOS REF A CONTA CORRENTE POSSO TER ALGUM PROBLEMA COM MEU FINANCIAMENTO, SE VAI AUMENTAR OS JUROS ALGUMA COISA DO TIPO…..

    OBRIGADO

    • Olá Luiz

      Boa Noite!

      Orientamos a verificar se há no contrato previsão de ganho de taxa de juros diferenciada e reduzida em função de fidelidade ao Banco.
      Se recebeu taxa reduzida o cancelamento fará com perca este tipo de benefício.

      Equipe Click Habitação

  2. OLÁ! MINHA PRIMEIRA PARCELA VENCE DIA 18.01.16, PORÉM CONSULTEI O SALDO PARA PAGAMENTO DIA 31.12.15 E VI QUE O SALDO, CASO EU PAGASSE HOJE, SERIA 100 REAIS MAIS BARATO. PORQUE ISSO ACONTECE? CASO EU PAGUE HOJE CORRE O RISCO DO BANCO COBRAR POSTERIORMENTE A DIFERENÇA? O MEU TIPO DE FINANCIAMENTO É O SAC DECRESCENTE E NÃO UTILIZEI FGTS. OBRIGADA! FELIZ ANO NOVO!

    • Olá Tania,

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que provavelmente o desconto pode ser relativo aos juros contratuais menores em função da antecipação de pagamento.
      Orientamos a consultar o Banco para o esclarecimento devido.

      Equipe Click Habitação

DEIXE SUA PERGUNTA, COMENTÁRIO OU SUGESTÃO.