Inicio COMPRAR CASA À VISTA FGTS para compra de imóvel à vista

FGTS para compra de imóvel à vista

3173
COMPARTILHAR

Os bancos cobram taxas dos trabalhadores que pretendem usar o FGTS para compra de imóvel à vista 

FGTS para compra de imóvel à vista

A utilização de FGTS para aquisição à vista, sem financiamento, somente podem ser efetivadas para imóveis avaliados dentro dos limites do SFH estabelecidos pelo Conselho Monetário Nacional – CMN.

Veja no artigo:

SFH – Limites de Avaliação e Financiamento

Pesquisamos nos sites dos principais bancos e o Banco do Brasil é o único que não faz esse tipo de negócio.

Em função da disparidade de valores cobrados pelos bancos para efetivar este tipo de operação, o Conselho Curador do FGTS estabeleceu limites para a cobrança.

A partir de 22/05/10, na prestação de serviço referente à intermediação das operações de movimentação da conta vinculada do FGTS para aquisição de imóvel residencial, concluído ou em construção, sem financiamento associado, tem os seguintes limites máximos de tarifa:

  • Até 0,16% do valor máximo de avaliação de imóvel estabelecido pelo CMN no âmbito do SFH, nos casos em que:

a) o valor venal aferido para fins de cálculo do IPTU ou o valor da compra e venda do imóvel, o que for maior, corresponda até o valor máximo de imóvel para financiamento concedido com recursos do FGTS para habitação popular;

b) o imóvel for isento de pagamento de IPTU e o valor da compra e venda o imóvel corresponda até o valor máximo de imóvel para financiamento concedido com recursos do FGTS para habitação popular.

O valor limite de financiamento concedido com recursos do FGTS para habitação popular a ser considerado para fins do disposto neste subitem será o máximo adotado em território nacional, vigente na data de recepção pelo Agente Financeiro do pedido de uso do saldo da conta vinculada do FGTS do trabalhador.

  • Até 0,32% do valor máximo de avaliação de imóvel estabelecido pelo CMN no âmbito do SFH para os demais imóveis ou nos casos em que não houver comprovação do valor venal do imóvel atribuído pela municipalidade.

Ao financiar um imóvel, os Bancos cobram tarifas para a formalização do contrato de crédito.

Não é diferente na aquisição com FGTS sem financiamento, em geral os bancos cobram pela análise jurídica da documentação e do contrato para que a aquisição seja efetivada.

Segundo os bancos a cobrança é efetivada para cobrir custos envolvidos no processo. Um deles é a avaliação do imóvel.

As normas do Conselho Curador do FGTS exigem que haja um laudo de avaliação do imóvel, o qual deve constar valor dentro do limite do SFH.

Veja também:

Ao financiar um imóvel, os Bancos cobram tarifas para a formalização do contrato de financiamento.

Tarifas cobradas no crédito imobiliário

FGTS para compra de imóvel à vista

A avaliação do imóvel é dispensada na aquisição com FGTS à vista, no caso em que o valor venal aferido para fins de cálculo do IPTU ou o valor da compra e venda do imóvel, o que for maior, corresponda até o valor de R$190.000,00, ou quando o imóvel for isento de pagamento de IPTU desde que o valor de compra e venda corresponda até o valor de R$190.000,00.

  • É obrigatório os compradores firmarem declaração sobre a destinação residencial e a habitabilidade do imóvel transacionado;
  • A comprovação do valor venal seja efetuada por meio de apresentação do documento do IPTU ou de certidão fornecida pelo município ou Distrito Federal informando o valor venal.

Requisitos do trabalhador para uso de FGTS

As regras valem tanto na aquisição (à vista e com financiamento), construção e consórcio imobiliário.

O trabalhador deve atender os seguintes requisitos:

  • Possuir 03 anos de trabalho sob o regime do FGTS, somando-se os períodos trabalhados, consecutivos ou não, na mesma ou em diferentes empresas;
  • Não ser titular de financiamento ativo no âmbito do SFH, localizado em qualquer parte do território nacional;
  • Não ser proprietário, possuidor, promitente comprador, usufrutuário ou cessionário de outro imóvel residencial, concluído ou em construção, localizado no mesmo município do exercício de sua ocupação laboral principal *ou de sua residência, incluindo os municípios limítrofes ou os municípios integrantes da mesma Região Metropolitana.

*Considera-se como ocupação laboral principal, no caso de mais de uma fonte pagadora:

  • Aquela que corresponder à atividade principal da maior fonte pagadora informada na DIRPF;
  • Quando for isenta a apresentação da DIRPF à Receita Federal, apresentar declaração, sob as penas da Lei, do local de ocupação principal.

O enquadramento abrange o atendimento às regras de uso do FGTS que se relacionam às condições atuais do imóvel, do(s) proponente(s) devedor (es)/comprador(es) e do tipo de financiamento.

Condições do imóvel para uso do FGTS:

  • Ser urbano e estar com a matrícula devidamente legalizada no Cartório de Registro de Imóveis;
  • Estar livre e desembraçado de quaisquer ônus, ou seja, sem pendências de inventário, partilhas, ações judiciais, como também, não pode possuir cláusula de usufruto;
  • Estar em dia com IPTU e Taxa condominial, conforme o tipo de imóvel;
  • Ser destinado à residência do proponente/devedor;
  • Estar em plenas condições de habitabilidade e ausência de vícios de construção na data da avaliação;
  • Estar situado no município onde o proponente exerça a sua ocupação principal, ou em município limítrofe ou integrante da respectiva região metropolitana ou no município em que o proponente comprovar que já reside há pelo menos um ano incluindo os municípios limítrofes ou integrantes da mesma Região Metropolitana;
  • Os valores totais de compra e venda ou de avaliação não pode ultrapassar ao limite do SFH;

Atenção:

Posso usar FGTS para comprar terreno à vista?

Não está permitido o uso dos recursos da conta vinculada do FGTS nas seguintes operações:

  • Compra de lotes e terrenos urbanos ou rurais;
  • Execução de infraestrutura interna;
  • Nova utilização para aquisição do mesmo imóvel, antes de completados 03 anos desde a última utilização para aquisição/construção, esta condição é verificada na matrícula do imóvel;
  • Aquisição/construção de imóvel comercial ou rural;
  • Aquisição/construção de box/estacionamento ou garagem isoladamente;
  • Compra de moradia para familiares, dependentes ou terceiros;
  • Reforma, ampliação e/ou melhoria de imóvel residencial, rural ou comercial.

Limite de Utilização dos recursos da(s) conta(s) vinculada(s) do FGTS:

O valor do FGTS, acrescido do financiamento ou Carta de Crédito do Consórcio não pode ultrapassar o menor dos seguintes valores:

  • Avaliação efetuada pelo Banco;
  • Compra e venda;
  • Custo total da obra, na modalidade construção em terreno próprio;
  • Custo total da obra, acrescido do menor valor entre avaliação e compra.

Veja mais:

Como usar FGTS na compra de imóveis?

Impedimentos para uso do FGTS

78 COMENTÁRIOS

  1. Boa tarde! possuo um imóvel com minha irmã, estou querendo comprar a parte dela no valor
    de 150.000 mil, eu possuo esse valor no meu saldo do FGTS, posso usar esse dinheiro pra passar
    o apartamento só para meu nome?

  2. Olá boa tarde, parabéns em compartilhar as informações. Tenho uma dúvida, hoje resido e trabalho em SP, porém, estou vendendo o meu imóvel em SP para comprar um em Sorocaba, SP (+- 100 km de SP), a dúvida é: vou comprar a vista e utilizar o meu FGTS para complementar o valor do imovel, vou poder utilizar o meu FGTS nesse caso? Eu pergunto face ao limítrofes.
    Obs – Ressalto que não tenho comprovante de domicilio em Sorocaba, a minha noiva mora lá.
    Obrigado,

    Alexandre

    • Olá Alexandre

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que se o imóvel de São Paulo não estiver com financiamento no SFH ativo poderá pleitear o uso do FGTS em Sorocaba sem problemas, não são municípios limítrofes e nem estão na mesma região metropolitana.

      No artigo abaixo tem as condições para o uso do FGTS:
      Posso usar FGTS na compra de imóvel?

      Se na época for o seu único imóvel a questão da moradia de 1 ano poderá ser dispensada, desde você apresente um comprovante de residencia atual na cidade onde pretende adquirir.
      Se sua noiva, que já reside no município participar da aquisição poderá facilitar a transação.

      Equipe Click Habitação

  3. Boa tarde. Parabéns pela excelente iniciativa de compartilhar conhecimento. Mais um ótimo artigo. Cheguei nele por indicação de vocês através de uma dúvida postada em outro artigo. Minha dúvida era se era possível utilizar o FGTS para parte do pagamento à vista de imóvel. Agora que sei que sim é possível, fiquei apenas com algumas dúvidas:

    Vocês me informaram que:
    “A liberação de qualquer valor do FGTS somente poderá ser efetivada após o registro do contrato de compra/venda junto ao Cartório de Registro de Imóveis, por meio de Certidão de Matrícula atualizada.”

    Quer dizer que antes de iniciar o processo de saque do FGTS, tenho que providenciar o registro de contrato de compra e venda no cartório? Isso significa que eu já terei que ter fechado o negócio com o vendedor, que terá que confiar em mim no sentido de que eu procederei com o processo de saque do FGTS, certo?

    Outra coisa: Em relação às taxas cobradas pelas instituições para saque do FGTS. Como o imóvel que estou avaliando comprar custa mais que R$ 190.000 e não está nos estados de SP, MG e RJ, o valor máximo da taxa será de 0,32% do valor de avaliação do imóvel. Correto?

    Desculpe se as perguntas parecerem óbvias, mas sou leigo no assunto e estou buscando as informações agora.

    Desde já agradeço.

    • Olá Paulo

      Boa Tarde!

      Esclarecemos que por decisão do Conselho Curador do FGTS e do Banco Central os bancos somente podem liberar o valor ao vendedor após o registro do contrato no Cartório de Imóveis.
      O contrato será elaborado pelo Banco, o qual é o intermediador da operação de saque do FGTS.
      O valor do FGTS será sacado de sua conta vinculada do FGTS e o valor somente será liberado ao vendedor após o registro no Cartório de Imóveis.
      O valor será atualizado e com juros pró-rata, desde a assinatura do contrato até a liberação ao vendedor pelo rendimento da poupança.

      Os valores constantes no artigo estão defasados sugerimos consultar a Tabela de Tarifas dos bancos.
      O valor estará limitado a 0,32% do limite de avaliação para o SFH e não da avaliação do imóvel que irá adquirir.
      Veja as tabelas de tarifas dos principais bancos no artigo:
      Tarifas cobradas no crédito imobiliário

      Equipe Click Habitação

  4. Boa tarde.
    Excelente matéria. Quero adquirir um imóvel à vista, parte do valor com o fgts e o restante com dinheiro. Entretanto, esse imóvel se encontra financiado pela caixa econômica. Nesse caso, é possível que utilize o fgts como interveniente quitante?

    • Olá Tiago

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que não haverá nenhum problema na operação de aquisição à vista com FGTS, desde sejam respeitadas as regras de utilização.

      Equipe Click Habitação

  5. Ola,

    Boa noite.

    Estou comprando o meu primeiro imóvel, e vou utilizar todo FGTS junto de recursos próprios para Quitar, a minha pergunta é: como não vou financiar, o pessoal da construtora informou que não tenho direito aos 50% de desconto nas tarifas cartoriais. isso procede?

    Obrigado pela atenção.

    • Olá Carlos

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Isso mesmo! O desconto para o primeiro imóvel é somente para financiamento no SFH, se comprar à vista não terá desconto.
      Mas, terá uma vantagem: haverá apenas 1 registro (compra e venda).
      Os contratos com financiamento tem pelo menos 2 registros (compra/venda e garantia do banco).
      Assim, o seu custo para registro será semelhante a um financiamento com desconto.

      Equipe Click Habitação

  6. Muito bom o site de perguntas.
    Estou comprando um imóvel no valor venal de 270 mil , sendo que usarei 90 mil FGTS e o restante o proprietário irá financiar particular através de contrato.
    É possível ?
    A documentação da casa está em ordem.
    Uma outra dúvida :
    Ele consegue vender uma porcentagem do imóvel usando o FGTS e fazer um contrato que irei adquirir posteriormente com recursos próprios , daria para fazer uma escritura formalizando isto ?

    • Olá Cristiano

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação

      Esclarecemos que para que se faça o uso do FGTS é imprescindível a compra/venda do imóvel seja registrado em Cartório de imóveis. E tem de usar um Banco para intermediar e tem tarifa!!
      A situação apresentada é incomum e tem um risco enorme para o vendedor. Seria melhor efetivar um financiamento.
      Cremos que não é uma alternativa inteligente para o vendedor.

      Equipe Click Habitação

  7. Boa noite! Estamos comprando nosso 1 imóvel e usando uma carta de crédito da Porto Seguro e como parte de lance dado para retirar a carta nós demos o valor de FGTS. Eu gostaria de saber o que devo pagar para a Caixa Econômica já que meu imóvel vai ficar financiado pela Porto Seguro e a Caixa Econômica está me cobrando varias coisas. Por exemplo: vistoria do imóvel e a Porto Seguro também, taxas para liberação do FGTS e análise de documentação, uma via original da escritura e registro e por último mais 2.000,00 para liberar o FGTS, dizendo que precisamos comprar um seguro, abrir conta no banco e etc. Não entendo por qual motivo tenho que pagar tudo isso se a Caixa Econômica não está financiando o imóvel, está apenas liberando um dinheiro que é meu por direito. Isso é justo ser cobrado de uma instituição a qual eu nem vou estar atrelado com um financiamento? Afinal quais as taxas realmente é devida a Caixa Econômica nessa situação?
    Obrigada.

    • Olá Wilcimar

      Bom dia! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Conforme consta no artigo o Conselho Curador autoriza as entidades a cobrança pela intermediação do uso do FGTS.
      O problema é que provavelmente a Porto Seguro não acessa sozinha o sistema de uso do FGTS e tem de utilizar o serviço de um banco e o banco vai cobrar por isso …
      A Porto seguro não tem associação com um banco e isso causa este tipo de acontecimento.

      Você pode efetivar uma reclamação junto ao Banco Central, mas cremos que o banco está cobrando pelo serviço prestado.

      Equipe Click Habitação

  8. Olá, Eu e meu esposo juntos temos 180mil no FGTS. Gostaríamos de saber se é possível utilizarmos o FGTS para aquisição de um apartamento à vista e quais as condições? no caso o apartamento custaria 170 mil reais. Nesse fim de semana fomos até alguns empreendimentos para verificar e fomos informados que a Caixa libera somente 50% do valor do FGTS para a compra a vista. Os demais 50% teríamos que financiar e quitar somente após 2 anos o saldo restante do FGTS. Pra nós não faz sentido isso, uma vez que possuímos o dinheiro para comprar à vista.
    Poderia nos ajudar com essa dúvida?

    • Olá Cíntia

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      A informação está totalmente equivocada, talvez por pessoas que somente tem o interesse em que você financie …

      Vamos repetir o trecho do artigo que fala sobre o tema:
      Limite de Utilização dos recursos da(s) conta(s) vinculada(s) do FGTS:
      O valor do FGTS, acrescido do financiamento ou Carta de Crédito do Consórcio não pode ultrapassar o menor dos seguintes valores:
      * Avaliação efetuada pelo Banco;
      * Compra e venda;
      * Custo total da obra, na modalidade construção em terreno próprio;
      * Custo total da obra, acrescido do menor valor entre avaliação e compra.

      O limite de uso do FGTS é o limite de financiamento no SFH.

      Assim, é perfeitamente possível adquirir o imóvel no valor citado no comentário com FGTS sem financiamento, desde que atenda as condições de uso.
      Sugerimos procurar diretamente a construtora.

      Equipe Click Habitação

  9. Olá boa noite jutaí santos é possível comprar o imóvel com terreno pra morar e trabalhar na zona rural com FGTS e pagar a vista ? No caso o valor do imóvel e terreno w pretendo comprar dá pra pagar c FGTS , é possível ?

    • Olá Jutaí

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que não é possível utilizar FGTS para aquirir terreno e ainda mais se for rural.
      Sugerimos a leitura do artigo:
      Impedimentos uso do FGTS

      Equipe Click Habitação

  10. Boa tarde estou querendo comprar um imóvel a vista e queria utilzar meu fundo de garantia como parte do pagamento e o restante vai ser um terreno que tenho, o vendedor acitou pegar o meu terreno no valor de 60.000 e mais 30.000 do meu fundo de gararntia, valor da residência é 90.000, porem estou com uma restricao no meu nome, essa restrição impede de eu utilizar o meu fundo de garantia como parte do pagamento?

    • Olá Elton

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Cremos que como não haverá financiamento não terá problemas para utilização do FGTS.
      Verifique com o Banco a documentação necessária.

      Equipe Click Habitação

  11. tarifas denominada a vista
    Por favor me respondam a” tarifa a vista “são oriundas dos financiamnetos CCFGTS, Mas tem também o pagamento com o fgts que é usado o dinheiro que está na conta do trabalhador, não precisando entrar como carta de crédito, nessa modalidade que usa o fgts depositado PELO PATRÃO também é cobrado essa “taxa a vista”? porque no meu financiamento foi usado o Fgts e não a carta de credito? portanto o recurso saiu do meu fundo de garantia e n/ao do fgts de outros,ainda assim pode cobrar essa tal de taxa a vista?
    agradeço

    • Olá Cicinho

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que a tarifa para a intermediação de aquisição à vista com FGTS sempre foi cobrada pelos bancos.
      Lembramos que o trabalho e análise do Banco é semelhante a qualquer contratação de financiamento.
      E atualmente está regulamentada pelo Conselho Curador do FGTS, na forma descrita no artigo.
      Assim, os bancos podem cobrar a tarifa limitada ao percentual definido pelo Conselho Curador do FGTS.

      Equipe Click Habitação

  12. Olá boa tarde me responda algo que estou em relação a um financiamento com recursos saindo do meu Fgts, usando meu próprio fundo de garantia, é que ontem fui assinar um pré contrato e a moça do correspondência me avisou que tinha que pagar umas “taxas a Vista” na Caixa o que me custará cerca de R$ 3,000,00 segundo ela, pois ela me disse que era de acordo com o valor financiado do imóvel, então questionei o valor ela me disse que era um seguro, então repliquei que o seguro já estava nas parcelas, e procurei se era obrigado a pagar ela disse que sim, pois estava condicionada ao financiamento, então eu disse que não queria outro seguro além do já embutido no financiamento, ela disse que hj iria falar com o meu gerente para ver de “baixava”se eu não quisesse a documentação iria para o setor jurídico para eles decidirem se liberavam ou não, EU IMAGINAVA QUE DEVERIA PAGAR ITBI, COM AS TAXAS DE CARTÓRIOS MAS AGORA ELA ME VEM COM ESSAS TAIS “TAXAS A VISTA” NO BANCO MINHA PERGUNTA É ESSAS TAXAS SÃO REALMENTE OBRIGATÓRIAS OU TRATA-SE DE PACOTES OPCIONAIS QUE TENTAM EMPURRA DE GUELA A BAIXO NOS CLIENTES? DIGO ISTO PORQUE ELA NÃO SOUBE ME EXPLICAR A QUE SE REFERIA ESSAS TAXAS ALÉM DO SEGURO.
    POR FAVOR ME EXPLIQUE SE ISTO É CORRETO?.
    DESDE JÁ AGRADEÇO.

    • Olá Cicero

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que a taxa à vista é praxe do mercado imobiliário. Todos os bancos cobram.
      Nos financiamentos com recursos do FGTS (CCFGTS ou Minha Casa Minha Vida) a taxa é fixada pelo Conselho Curador do FGTS: 1,5% do valor do financiamento.
      Nos demais casos a tarifa é livre e cada banco cobra tarifa diferente.
      Sugerimos a leitura do artigo onde consta o link para as Tabelas de tarifas dos bancos:
      Tarifas cobradas no crédito imobiliário

      Equipe Click Habitação

  13. Bom dia…

    Gostaria de parabenizar o site pelas informaçãoes.

    Tenho uma duvida com relação aos prazos que a instituição financeira tem para fazer o processo.

    Após muitas idas e vindas ao banco para juntar todos os documentos solicitados pelo banco (muitos por sinal), a entrega da documentação em sua totalidade foi feita no dia 04/07/2017. A pessoa que recolheu meus documentos no banco disse que o banco entraria em contato para ser feito a assinatura do contrato publico, para na sequencia ser averbado na matricula do imóvel, apos a averbação seria feito a liberação do meu FGTS. Até o momento o banco não entrou em contato eles tem algum prazo para estar fazer o contra apos o recolhimento dos documento? Como fica essa questão dos prazos para o banco.

    • Olá Valquiria

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que não há um prazo para a formalização do processo.
      Cremos que até 30 dias da entrega de toda a documentação seria um prazo razoável para a marcação da assinatura.

      Sugerimos formalizar a reclamação junto ao Banco por meio de SAC ou outro canal de atendimento.
      Se não for atendida formalize reclamação junto ao Banco Central e/ou PROCON. Veja no artigo:
      Reclamações Banco Central – Canais de atendimento

      Equipe Click Habitação

  14. Bom dia.

    Muito obrigado pela matéria, porém, fiquei com uma dúvida e gostaria de saber se poderiam ajudar:
    Verifiquei que para compra à vista do imóvel utilizando o FGTS é necessário pagar uma taxa de 3,040,00 é possível isentar esta taxa ou reduzi-la de alguma forma? O nome da taxa eu verifiquei na tabela de serviços da Caixa Econômica Federal e está com o nome “Taxa de Intermediação do FGTS para aquisição de Moradia”

    Muito Obrigado novamente

    • Olá Renato

      Bom dia! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Informamos que cada banco estabelece sua tarifa de acordo com seus interesses e de acordo com o limite estipulado pelo Conselho Curador do FGTS.
      Orientamos a tentar negociar com o gerente do banco, mas cremos que não há redução ou desconto.
      Faça a pesquisa nos demais bancos.

      Equipe Click Habitação

    • Olá Leão

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Segue lista da documentação básica para uso do FGTS – relativo ao imóvel – constante no Manual de Moradia Própria-MMP:
      * Matrícula do imóvel para comprovar: destinação/finalidade do imóvel; endereço; que o imóvel não foi objeto de utilização do FGTS, em sua aquisição ou construção, nos últimos três anos.
      * Laudo de Avaliação, emitido por Engenheiro/arquiteto credenciado pelo Agente Financeiro responsável pela operação: Para verificar o valor de mercado do imóvel, a destinação/finalidade do imóvel e a habitabilidade,ou
      ** O IPTU/Inscrição Imobiliária ou Certidão da Prefeitura Municipal ou do GDF para definição da tarifa conforme item 8 do Capítulo l e para comprovar endereço/existência física de imóvel e destinação/finalidade do imóvel, nos casos de isenção do laudo de avaliação.

      Eventualmente o Banco poderá solicitar. Verifique com o Banco.

      Equipe Click Habitação

  15. Boa tarde. Posso compraR um imóvel em construção pela modalidade compra àvista Fgts? Tá faltando apenas janelas, pintura e acabamento interno. Obrigado

    • Olá Leao

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que o imóvel para uso do FGTS deve passar por vistoria da engenharia do Banco para verificar as condições habitabilidade.
      Se o engenheiro entender que o imóvel tem as condições poderá ser utilizado.

      Equipe Click Habitação

  16. Olá, boa tarde! Queremos comprar um imóvel a vista e utilizar o FGTS.
    Só que o corretor me disse que, como estou no processo de transferência de escritura da venda da minha casa, eu não consigo usar o FGTS. Será que não consigo usar o FGTS depois que o imóvel sair do meu nome, ou tem um prazo depois que a casa não está mais no nosso nome??
    Obrigada

    • Olá Vanessa

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que uma vez resolvido o impedimento de uso do FGTS, por meio da venda/transferência de propriedade poderá de imediato pleitear o uso do FGTS para compra de novo imóvel, desde que atendidas as condições de uso.
      Deverá ser apresentada a Certidão de matrícula atualizada do Cartório de Registro de Imóveis para comprovar a venda.

      Veja detalhes no artigo:
      FGTS e a propriedade de imóveis

      Equipe Click Habitação

  17. Boa tarde, muito boa a matéria, inclusive acredito que a caixa queira me enganar. eles querem cobrar 1,5% sobre R$ 300.000,00, ou seja R$ 4.500,00 para o resgate do fundo na compra de um imóvel a vista e mais R$ 400,00 do engenheiro da caixa para avaliar o imóvel em Osasco/SP. Pelo o que entendi, o valor teto nesse cenário seria R$ 2.400,00, procede? Existe uma fonte dessas informações para que eu possa questioná-los? desde já agradeço a gentileza. Obrigado

  18. Boa noite, estou comprando um imóvel a vista com FGTS.
    A Caixa me passou que o valor do FGTS será liberado ao vendedor somente após o registro no cartório de imóveis e emissão da matrícula atualizada. Sendo assim, em que momento devo pagar o vendedor com meus recursos próprios? Devo esperar a matrícula já no meu nome ou no momento da assinatura da Caixa? Obrigada!

    • Olá Camila

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que os recursos próprios devem ser pagos de acordo com o que foi contratado.
      Se o vendedor não exigiu uma entrada você poderá pagar junto com a liberação do Banco.

      Equipe Click Habitação

  19. Olá!

    Estou com um imóvel em vista no valor de 200 mil, tenho 70 mil de FGTS. O dono do imóvel aceita que eu utilize um carro como forma de pagamento mais dinheiro. É possível realizar esta transação e liberar o FGTS??

    • Olá Átila

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação

      Não vemos nenhum problema para aquisição à vista com uso do FGTS, desde que atenda as condições de uso do FGTS, sendo que a parte paga por meio do carro será apresentada no contrato como quitada pelo comprador.

      Equipe Click Habitação

  20. Boa tarde!! Excelente artigo, haja vista que os bancos mantêm uma sombria névoa sobre valores de taxas e custos.E quando passam,não são raras as surpresas com disparidades do combinado e o cobrado.Na compra de imóvel à vista utilizando se o FGTS são duas taxas cobradas pelos bancos?A de intermediação e a de avaliação?Grato.

    • Olá Maxley

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que a tarifa é uma só, mas em geral os bancos cobram o valor relativo a avaliação do imóvel à vista e o restante quando da assinatura do contrato.
      Os valores constantes na tabela são os vigentes na data do artigo e como houve aumento do limite de financiamento no SFH as tarifas atuais sofreram aumentos.
      Veja a tarifa atual no link do artigo:
      Tarifas cobradas no crédito imobiliário

      Equipe Click Habitação

  21. A grande questão do uso do FGTS para compras a vista, é que quem avalia o valor do imóvel é o banco que esta intermediando esta liberação do FGTS.
    Assim, para forçar a você fazer um financiamento, na maioria das vezes ele alega que aquele imóvel custa mais do que o teto do SHF, logo ao invés de usar o seu dinheiro do FGTS, você se ver obrigado a usar o dinheiro do banco emprestado e obviamente pagando aquele jurinho camarada.

    Esta certo isso ai ?

    • Olá Alex

      Bom dia! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Entendemos que na grande maioria dos casos e sem a economia em crise, normalmente a avaliação do Banco é inferior a avaliação de mercado.

      Os Bancos são intermediadores da operação e qualquer irregularidade constatada podem ver a operação cancelada pelo agente Operador do FGTS.

      Se você tem dúvida do valor apurado pelo Banco orientamos a contratar profissional qualificado e que emita novo laudo contrapondo o valor apurado e levar ao banco como recurso, e se for o caso levar até o representante do Conselho Curador do FGTS.

      Equipe Click Habitação

  22. boa tarde, ontem recebi uma ligação para enfim resgatar o fgts com a caixa como pagamento de compra de imovel a vista mas levei um susto!

    Gostaria de saber se é tudo isso mesmo ou tem alguma tarifa embutida um seguro algo assim:

    Despesas de escritura:

    ITBI – Imposto da Prefeitura – 7.200,00 – guia segue em anexo – fazer o pagto e levar o comprovante

    Cartório de Registro de Imóveis – 2.050,00

    Caixa Econômica Federal – 3.700,00

    Registro – 650,00

    Carrossel – 600,00 – a Caixa não remunera o Correspondente quando trata-se de aquisição à vista com FGTS

    valor do imovel 240mil

    sendo meu 1o imovel e sem financiamento bancário não tenho mesmo nenhum desconto por nao estar no sfh?

    me assustei com o valor cobrado pela caixa sendo que na tabela de valores disponivel está 2080 referente a taxa de intermediação de saque do fgts.. não sei de onde tiraram os 1620 a mais…

    muito obrigada desde ja

    • Olá Karina

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Com relação aos custos cobrados na contratação orientamos a questionar formalmente o Banco por meio de SAC ou comentário no facebook:
      https://www.facebook.com/caixa/?fref=ts

      Com relação ao ITBI depende da legislação de cada município. Verifique no site da Prefeitura, que em geral tem as informações sobre o tema.
      Mas, lembre-se a aquisição à vista com FGTS não é financiamento e portanto pode não haver benefício neste caso.

      O desconto de custas cartorárias é para financiamento no SFH do primeiro imóvel residencial, portanto não é o caso.

      Equipe Click Habitação

  23. Bom dia,

    como os bancos demoram muito a liberar o FGTS (mesmo na compra sem financiamento), gostaria de saber se posso comprar e transferir o imóvel para o meu nome e só depois iniciar o processo junto ao banco para liberar o saldo do fgts ao vendendor do imovel?

    obg

    • Olá Athos

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que somente poderá utilizar o FGTS após a compra se financiar, pelo menos parte do valor de compra.
      Se comprar tudo a vista em dinheiro e o imóvel já estiver no seu nome não poderá mais utilizar o FGTS neste imóvel.

      Equipe Click Habitação

  24. Olá, boa tarde!
    Estou comprando um apartamento e vou pagar à vista utilizando recursos próprios e meu FGTS.
    Fiquei admirada quando a atendente da caixa falou q pode levar uns 03 meses ou mais só pra sacar meu fgts.
    Isto está certo, não vou financiar, achei mto tempo de espera.
    Por favor me esclareça.

    • Olá Adriana

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que os bancos não privilegiam este tipo de aquisição, pois não é um financiamento.
      Outros bancos fazem este tipo de aquisição, conforme consta no artigo, veja se o banco onde você tem relacionamento faz em menor tempo.

      Outra possibilidade é você efetivar uma Reclamação do tempo por meio do SAC do Banco.

      Equipe Click Habitação

  25. O custo que banco cobra (tabela acima) para saque do fgts na compra de imóvel à vista deverá ser pago pelo interessado em que momento?

    • Olá Francisco

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que depende da política de cada Banco.
      Alguns cobram tudo na entrega da documentação outros cobram apenas o custo da avaliação preliminarmente e o restante na assinatura do contrato.

      Equipe Click Habitação

  26. Bom dia, estou fechando a compra de um apto de 300.000, onde tenho 250.000 à vista e utilizaria 50.000 de FGTS. Sou correntista do Citibank e não tenho relação nenhuma com a Caixa, dúvida… eu teria de solicitar o resgate do FGTS pelo Citibank ou direto na Caixa? Qual custo da operação e qual prazo médio pra liberar o valor pro vendedor? Grato

    • Olá Raphael

      Bom dia! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Você pode escolher o banco onde pretende utilizar, dentre os que operam no SFH, inclusive no Citibank.
      Os custos dos principais bancos constam no artigo.
      O prazo depende de cada banco. Deve ficar em média em 30 dias, se a documentação estiver completa.

      Equipe Click Habitação

  27. Vou usar o FGTS para a compra a vista de um apartento. Tenho R$81.000,00 de saldo de FGTS, o valor venal, segundo a prefeitura, é R$ 75.000,00, porem vou pagar R$ 159.000,00. Encaminhei toda a documentação para a Caixa e está tudo certo, basta assinar o contrato, mas a Caixa diz não poder liberar o valor integral (81.000,00), pois o valor venal é 75.000,00. Injusto, pois o valor que vou pagar é 159.000,00 e não 75.000,00
    Assim, deveriam liberar o valor Total que tenho na conta, correto? A taxa de R$ 1040.00 que cobram não seria para cobrir custos de averiguação do valor com profissional habilitado? Posso levar um laudo de uma imobiliária para comprovar que o valor é maior que 75.000,00? Obs.:
    No próprio contrato deles está que o valor pago será 159.000,00. Deixo assim, já que dizem não ser possível liberar os 81.000,00 e vou depois para o Juizado Especial, para ressarcimento?

    • Olá Rodrigo

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que a avaliação do imóvel é dispensada na aquisição com FGTS à vista, no caso em que o valor venal aferido para fins de cálculo do IPTU ou o valor da compra e venda do imóvel, o que for maior, corresponda até o valor de R$190.000,00, ou quando o imóvel for isento de pagamento de IPTU desde que o valor de compra e venda corresponda até o valor de R$190.000,00.

      É obrigatório os compradores firmarem declaração sobre a destinação residencial e a habitabilidade do imóvel transacionado;
      A comprovação do valor venal seja efetuada por meio de apresentação do documento do IPTU ou de certidão fornecida pelo município ou Distrito Federal informando o valor venal.

      Cremos que está havendo um erro de interpretação da agência assim sendo orientamos a abertura de SAC explicando a situação e informando que o valor de compra e venda é superior e está na margem de dispensa de avaliação. Peça para submeter a direção de habitação do Banco.

      Equipe Click Habitação

  28. Olá. Estou interessado na aquisição de 1 imóvel cujo avaliado em $820.000. Desejo comprá-lo à vista. Tenho como capitalizar até $700.000 e tenho saldo de FGTS maior que $150.000. Posso utilizar o FGTS para completar o valor à vista? Ou seja posso utilizar $120.000 do meu FGTS para comprar o imóvel à vista? Desde já obrigado pela resposta.

    • Olá Norival,

      Bom dia! Agradecemos sua presença no Click Habitação.
      Para poder usar o FGTS, o imóvel deve estar enquadrado no SFH. Os valores limite de imóvel no SFH são R$ 650.000,00 para todo o país, exceto São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal que é de R$ 750.000,00.

      Para saber mais veja o artigo:
      SFH – Limites de Avaliação e Financiamento

      Equipe Click Habitação

  29. Boa Tarde,

    Ví acima acima várias perguntas sobre o uso do FGTS na compra de imóvel á vista, estou comprando um imóvel á vista e quero saber se posso complementar o valor com o meu FGTS , o imóvel é todo quitado e eacriturado, posso mesmo utilizar o FGTS ??? pois um amigo que comprou antes de mim na mesma condição á vista com FGTS para completar , a caixa econômica não quer liberar o FGTS dele disseram pra ele que se ele fizer financiamento. Procede isso????
    E aqui de Brasilia

    Obrigado aguardo ,,,, resposta

    • Olá Carlos André,

      Boa noite! Agradecemos sua presença no Click Habitação.
      Se você atende as condições de uso do FGTS, você pode comprar sim o imóvel a vista com uso do FGTS.
      A informação de que é necessário o financiamento não procede.
      Se caso o Banco se recuse em efetuar a operação, sugerimos abrir SAC.

      Equipe Click Habitação

  30. Olá!
    Esclarecendo:
    O imóvel não será financiado, apenas será usado o fgts para compor o valor a vista, sendo que o fgts dá uma média de 9% do valor do imóvel. 4 pessoas comporão com montante em dinheiro em especie, mas a moradia será apenas para 2 pessoas, as quais desejam utilizar o fgts como forma de pagamento de sua parte. O fgts solicitado é apenas de 2 pessoas. As outras duas não irão solicitar. A questão é, no contrato, pode contar o nome dos 4 e suas respectivas cotas?

    • Olá Vanderleia

      Boa Tarde!

      É admitida a compra de imóvel residencial concluído ou em construção com uso do FGTS por mais de um trabalhador, desde que todos os compradores que forem utilizar o FGTS declarem a vontade de instalar residência e domicílio no imóvel adquirido e atendam aos demais requisitos para a operação.

      Com relação as cotas partes não vemos óbice na definição pelos compradores. Mas, orientamos a verificar com o Banco que irá fazer a operação.

      Equipe Click Habitação

  31. Olá! tenho uma dúvida: compramos um imóvel á vista em 4 pessoas, sendo: meu noivo, 2 irmãos meu e eu. a porcentagem de cada irmão meu é de 25% e meu e do meu noivo também. Porém, somente só dois vamos usar o fgts (total de 35 mil). Essa transação é possível? Como ficaria no contrato as cotas de cada participante?
    Obrigada!

    • Olá Vanderleia

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que não ficou claro a questão, pois na inicial diz que o imóvel foi comprado à vista.
      Depois fala em usar o FGTS.
      A questão é: o imóvel já foi comprado ou ainda será?

      Lembramos que o uso do FGTS é para moradia própria. Os 4 vão morar no imóvel?

      Equipe Click Habitação

  32. Olá!
    Pretendo adquirir um imóvel no valor de R$100.000, mas gostaria dando 60% do valor ao vendedor, do próprio bolso, e o restante de 40% utilizando o FGTS. É possível?
    E quais documentos necessito?

    • Olá Fabio,

      Boa noite! Agradecemos sua presença no Click Habitação.
      Sim, é possível usar o FGTS nesse caso. Os documentos básicos necessários estão contidos no artigo FGTS.
      Sugerimos também procurar no Banco onde deseja financiar a lista completa dos documentos.

      Equipe Click Habitação

  33. Gostaria de comprar um imóvel a vista com saldo do meu fgts. O imóvel é residencial porém so possui um quarto já algum problema quanto a isso para aquisição do mesmo? ??

    • Olá Kariny

      Bom dia! Agradecemos a presença no Click Habitação

      Esclarecemos que não há restrição ao número de quartos para aquisição da moradia própria com uso do FGTS tanto à vista como com financiamento habitacional com uso do FGTS.

      Equipe Click Habitação

  34. para comprar um imovel à vista no valor de R$ 130.000,00, quais os gastos que terei com o agente financeiro?
    aguardo reposta

    • Olá Haydee

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que os valores da tarifa consta na imagem do artigo, mas a pesquisa foi efetivada em 2013.
      Cremos que os valores são os mesmos, mas orientamos a consultar as tabelas de tarifas atuais dos bancos no artigo:
      Tarifas cobradas no crédito imobiliário

      Equipe Click Habitação

  35. O inventário de meu pai foi concluído e quero adquirir a casa, unico bem do inventário, utilizando meu FGTS. São cinco filhos. Quais seriam os docs necessários? Promessa de compra e venda junto com formal de partilha?

    • Olá Alzirene,

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Sugerimos que seja averbado formal de partilha na matrícula do imóvel. Solicitada uma certidão de matrícula atualizada junto ao Cartório de Registro de Imóveis.
      Para iniciar orientamos a levar a documentação dos vendedores e do comprador, junto com extrato do FGTS e eventual promessa de compra e venda ao banco escolhido para efetivar a compra à vista com FGTS.

      Equipe Click Habitação

  36. Na compra de um imóvel a vista, é possivel utilizar o FGTS e complementar o valor com dinheiro? Ou o FGTS deve cobrir todo o valor do imóvel?

    • Olá Rafael

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação

      Esclarecemos que a característica principal da compra à vista é a inexistência de financiamento.
      Assim, poderá ser utilizado o FGTS para pagamento integral ou parcial do valor, desde se enquadre nas condições de uso.

      Equipe Click Habitação

    • Boa tarde!
      Estou iniciando um processo de divórcio. Meu imóvel foi financiado pela construtora, sem utilização de FGTS.
      Gostaria de comprar os 50% do meu ex esposo. É possível utilizar o FGTS para isto?
      Variáveis – imóvel já quitado ou ainda com saldo devedor.

    • Olá Karine

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Informamos que é possível utilização de FGTS para aquisição de fração ideal de imóvel, independente do percentual a ser adquirido, desde que o mesmo se destine à moradia própria do adquirente/trabalhador, e que este atenda aos demais requisitos para a aquisição de imóvel residencial com o FGTS.
      Mas, a aquisição deverá ser observado a comunicabilidade do bem entre os cônjuges, considerando o regime de casamento adotado, sendo perfeitamente possível de ser pleiteado após a sentença do divórcio homologada na justiça.
      A sentença e formal de partilha deverão ser averbados na matrícula do imóvel junto ao Cartório de Registro de Imóveis.

      Equipe Click Habitação

DEIXE SUA PERGUNTA, COMENTÁRIO OU SUGESTÃO.

Please enter your comment!
Please enter your name here