1. Uso do FGTS

1. Uso do FGTS

1367
COMPARTILHAR

Uso do FGTS

Dicas para gerir seu financiamento – Uso do FGTS

O FGTS somente pode ser utilizado em financiamentos regularmente enquadrados nas normas do SFH na data de sua contratação

uso do FGTS na fase de amortização do contratoA utilização dos recursos do FGTS está condicionada a observância dos requisitos do trabalhador e do imóvel. A questão da propriedade de imóveis é um fator decisivo e excludente no uso do FGTS.

Na fase de retorno temos a opção de uso do FGTS para Amortização ou Liquidação e para Pagamento de Parte da Prestação, sendo que a utilização pode ser efetivada após o registro do contrato no Cartório de Registro de Imóveis.

Amortização ou liquidação do saldo devedor

O FGTS pode ser utilizado para liquidar ou amortizar o saldo devedor de financiamentos feitos pelo Sistema Financeiro de Habitação – SFH.

No primeiro caso, o cliente liquida todo o saldo devedor do financiamento.

  • Caso existam prestações em atraso, é possível utilizar os recursos de seu FGTS desde que os valores sejam suficientes para a liquidação do contrato, quitando tanto as prestações em atraso como o saldo devedor.

No segundo, ele pode utilizar o FGTS para reduzir o prazo de financiamento que ainda resta ou diminuir o valor da prestação.

Para esta modalidade, o financiamento deve estar em dia.

Interstício mínimo entre utilizações de FGTS

  • Para utilização do de saldo devedor de financiamento o interstício (FGTS intervalo mínimo) é de 02 anos, contados a partir da data da última amortização/liquidação procedida pelo mesmo trabalhador.
  • Esse interstício (intervalo) diz respeito à utilização por um mesmo trabalhador, podendo o coobrigado do financiamento amortizado há menos de dois anos utilizar seu FGTS para nova amortização/liquidação do mesmo financiamento, desde que atenda aos demais requisitos para a modalidade.

Pagamento de parte das prestações

O FGTS pode, ainda, ser utilizado para ajudar a pagar o valor da prestação mensal dos financiamentos feitos pelo Sistema Financeiro de Habitação. Para utilização nas parcelas, o valor máximo que o Fundo ‘paga’ da prestação é de 80%.

A operação é feita por 12 meses (12 cotas de FGTS), podendo ser renovada ao final do período.

Isso significa que, para uma prestação de R$ 1.000, o máximo de abatimento é de R$ 800, ou seja, o saldo do FGTS do trabalhador precisa ser de, no mínimo, R$ 9.600 (12 x R$ 800).

Se a conta tiver menos do que o necessário, o valor do saldo é dividido por 12 para chegar ao valor da cota. Assim, no exemplo, se o FGTS for R$ 4.000, ele vai reduzir R$ 300 (R$ 4.000 ÷ 12) no total da prestação, e terá que pagar somente R$ 700.

É possível efetuar esta operação estando com, no máximo, três parcelas vencidas.

Pode pagar parcelas a vencer (vincendas) e até três prestações em atraso, nunca podendo exceder o limite de 12 prestações no total. Só vale lembrar que o valor do FGTS utilizado deve corresponder a no máximo 80% do valor das prestações vincendas e vencidas, respeitando o limite de 12, incluindo juros e multas das que venceram.

O Uso do FGTS para pagamento de parte de prestação é uma ótima alternativa, em especial, no início do contrato, em função de ajuda para os pagamentos dos encargos mensais, tendo as diversas despesas pós-contratação: Impostos, mudança, móveis, etc.

A outra vantagem é que o valor passa a ser corrigido pelo Banco de forma idêntica a uma caderneta de poupança, ou seja, há vantagem financeira para o mutuário.

Interstício mínimo entre utilizações de FGTS

Para este tipo de utilização não existe um intervalo mínimo, pode-se utilizar findada a utilização anterior.

O que devo fazer para solicitar uma dessas operações?

Para solicitar qualquer uma das operações, o primeiro passo é ir ao Banco com extrato da conta vinculada do FGTS para obter informações, instruir o pedido com a documentação necessária. Deve levar, ainda, a última prestação paga e o seu contrato de financiamento.

Documentação

  • Documento oficial de identificação (Ex. RG, Passaporte, etc.)
  • Extrato de conta(s) vinculada(s) ao FGTS atualizado
  • Carteira de trabalho para comprovar o tempo de trabalho sob o regime do FGTS
  • Para trabalhador avulso, declaração do órgão gestor da mão de obra ou do sindicato
  • Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física – Para comprovação de não propriedade de imóvel nas condições impeditivas à utilização do FGTS; endereço residencial; ocupação laboral principal; existência de financiamento habitacional; alienação do imóvel impeditivo; percentual de propriedade de imóvel.
  • Formulário para Movimentação de Conta Vinculada do FGTS – Amortização/ Liquidação/Pagamento de parte das prestações de financiamento habitacional (DAMP).

O atendimento dos requisitos do trabalhador e do financiamento é atestado pelo trabalhador mediante declaração firmada sob as penas da lei de que não é titular de imóvel nas condições impeditivas ao uso do FGTS, conforme o período de vigência pertinente ao contrato de financiamento objeto do FGTS.

Condições

Para o trabalhador

  • É preciso ter no mínimo três anos de trabalho sob o regime do FGTS, mesmo que em períodos ou empresas diferentes.
    • A comprovação do tempo no regime do FGTS é feita com a Carteira Profissional ou do extrato atualizado da conta vinculada do FGTS.
  • Não possuir financiamento ativo no Sistema Financeiro de Habitação (SFH), em qualquer parte do País.
    • A comprovação é feito por meio de Declaração de não propriedade firmada pelos componentes sob penas da lei.
  • Não poderá ser possuidor, promitente comprador, proprietário, usufrutuário ou cessionário de outro imóvel residencial urbano, concluído ou em construção, no município onde mora ou onde exerce seu trabalho principal, nos municípios limítrofes e na região metropolitana.
    • A comprovação é feito por meio de Declaração de não propriedade firmada pelos componentes sob penas da lei.
    • Apresentação da Declaração de Imposto de Renda e Recibo de Entrega a Receita Federal ou da Declaração  de Isento pelo trabalhador, referente ao último exercício.
  • Você deve ser titular ou coobrigado no financiamento.

Para o imóvel

  • Valor da avaliação deve ser de até R$750.000,00 para os Estados de MG, RJ, SP e DF e de até R$650.000,00 para os demais Estados. (financiável nos limites de avaliação e financiamento do SFH)
  • Ser residencial urbano
  • Destinar-se à moradia do trabalhador
  • Estar matriculado e registrado no Registro de Imóveis competente.

O que você paga?

Não existem tarifas ou taxas para usar o FGTS na fase de amortização do contrato.

Tipos de conta vinculada FGTS passíveis de uso na moradia

Existem alguns tipos de contas vinculadas do FGTS que não são passíveis de uso na moradia própria, tais como: CONTA RECURSAL, CONTA NÃO OPTANTE e CONTA SEM FGTS.

Movimentação da conta por mais de um trabalhador

É permitido o uso do FGTS por mais de um trabalhador, desde que constem como titulares do financiamento e sejam coadquirentes ou coproprietários do imóvel.

A copropriedade caracteriza-se pela nominação e qualificação de mais de um adquirente no respectivo contrato/escritura de compra e venda do imóvel, devidamente registrado.

Cônjuges

São também coproprietários os cônjuges, mesmo que não figurem formalmente no instrumento de aquisição do imóvel, se casados em regime de comunhão universal de bens, independente da data do casamento.

Assim como aqueles casados em regime de comunhão parcial de bens desde que o imóvel tenha sido adquirido após o casamento.

No casamento sob o regime da comunhão parcial de bens, mesmo que um dos cônjuges seja proprietário de imóvel residencial adquirido antes do casamento, o outro cônjuge, desde que atenda as exigências previstas para o uso do FGTS, pode utilizar o seu FGTS em financiamento no SFH formalizado após o casamento, ainda que este imóvel se localize no mesmo município, em município limítrofe ou na respectiva região metropolitana, daquele onde se localiza o imóvel de seu cônjuge adquirido antes do casamento.

Inclusão de cônjuge no financiamento

A inclusão de cônjuge no contrato de financiamento, em função de casamento ou união estável posterior a contratação do financiamento imobiliário é possível pela legislação vigente.

O pleito ocorre quando o devedor do contrato habitacional é o proprietário do imóvel e após a contratação, casou-se sob regime da comunhão parcial de bens ou união estável. Mas, quando contraiu o financiamento era:

  • Solteiro, Viúvo, Separado judicialmente ou Divorciado.

Considerando a incomunicabilidade dos bens adquiridos antes do casamento no regime da comunhão parcial de bens e na união estável, para que o cônjuge que não é proprietário do imóvel financiado possa utilizar os recursos de sua Conta Vinculada do FGTS, é necessário que previamente adquira fração ideal do respectivo imóvel.

Como o imóvel está hipotecado/alienado ao Banco é preciso anuência no contrato por instrumento particular ou na escritura pública da compra e venda de fração ideal.

A orientação é que a minuta de aquisição de fração ideal de imóvel financiado deve ser submetida previamente ao respectivo Registro de Imóveis. 

FGTS e a propriedade de imóveis

O FGTS somente pode ser utilizado em financiamentos regularmente enquadrados nas normas do SFH na data de sua contratação.

Após 25 de junho de 1998, é permitida a concessão de mais de um financiamento no SFH.

A partir de 25 de junho de 1998, o trabalhador pode utilizar seu FGTS na amortização/liquidação ou no pagamento de parte do valor das prestações, do primeiro financiamento contratado no âmbito do SFH, desde que na data da aquisição do imóvel:

  • Não seja titular de outro financiamento ativo concedido no âmbito do SFH, e;
  • Não seja proprietário ou promitente comprador, usufrutuário, possuidor ou cessionário de outro imóvel residencial, concluído ou em construção, no mesmo município onde exerça sua ocupação principal e de sua residência, incluindo seus limítrofes ou integrantes da mesma Região Metropolitana.
  • A alienação/transferência do imóvel/financiamento impeditivo à utilização do FGTS na amortização/liquidação, ou no pagamento de parte do valor das prestações do financiamento contratado sob a legislação desse período, torna possível a utilização do FGTS no financiamento ativo mais antigo, devendo ser observadas, entretanto, as demais normas vigentes para a modalidade.

A quitação de financiamento ativo em município diferente da ocupação principal ou de residência, incluindo regiões metropolitanas limítrofes também torna possível a utilização do FGTS no financiamento ativo mais antigo.

A declaração de não titularidade de imóvel e financiamento no SFH deve ser exigida por ocasião da utilização do FGTS na amortização/liquidação, ou no pagamento de parte do valor das prestações do financiamento contratado após 25 de junho de 1998, caso não tenha sido apresentada na data da contratação do financiamento.

  • A partir da primeira utilização não será exigida a apresentação de nova declaração, desde que a mesma conste do processo do financiamento.

Saldo FGTS por SMS

Este serviço permite a você trabalhador obter informações sobre as movimentações em sua conta vinculada ao FGTS. Os avisos SMS informam sobre o valor do depósito mensal feito pelo empregador, o saldo atualizado com juros e atualizações monetárias e, quando houver, a liberação de saque ou ajustes na conta. Para recebê-lo, basta informar o número do NIS (PIS/PASEP) e da Senha Internet cadastrada ou com o uso da Senha Cidadão.​

86 COMENTÁRIOS

  1. Olá
    Amortizei meu apartamento com fgts em janeiro de 2015, vendi meu apartamento em outubro de 2016.
    Para comprar um outro Imóvel agora posso usar meu fgts na entrada?

    • Olá Daniela

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que o intervalo para uso do FGTS como entrada é para o mesmo imóvel. Assim, se for um imóvel novo poderá utilizar normalmente.
      Se for usado, precisará verificar se nos últimos 3 anos foi utilizado FGTS como entrada.

      Sugerimos a leitura do artigo e do vídeo:
      Quantas vezes posso usar o FGTS no financiamento?

      Equipe Click Habitação

  2. Estou adquirindo um imóvel, mas o despachante fez o saque do fgts meu e do meu namorado. No entanto, eu não possuo os 3 anos de carteira assinada e falei ao despachante. Ele disse que irá solicitar o estorno e que demorar cerca de 72 horas. Realmente são apenas 72 horas?

    • Olá Isabella

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que o erro não é seu e portanto a sua conta vinculada do FGTS tem que ser recomposta.
      Não sabemos se realmente é tão rápido assim (72 horas), mas fique no pé do Despachante.

      Não se preocupe a recomposição da conta deverá ser efetivada normalmente e os valores voltam e você não tem prejuízo algum. É uma operação corriqueira no mercado imobiliário.

      Se sentir “enrolada” pelo Despachante orientamos a abrir um SAC no site do Banco. Fique de olho!

      Boa sorte e sucesso na compra!

      Equipe Click Habitação

  3. Olá, primeiramente, parabéns pela página, é muito esclarecedora.
    Tenho a seguinte dúvida:
    Após dar entrada no pedido de utilização do FGTS para abatimento do valor das parcelas,quanto tempo demora, em média para a CEF dar o retorno? Obrigada

    • Olá Daniela

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que o retorno deverá ser fornecido em até 30 dias.
      Pode ser que algum atraso em função do movimento paredista.
      Em caso de dúvida abra um SAC no site do Banco.

      Equipe Click Habitação

  4. Primeiramente, quero parabenizá-los pelo excelente site, com informações relevantes sobre o assunto.
    Tenho uma dúvida quanto ao meu caso: possuo um apartamento que foi adquirido por meio de consórcio. Em novembro, completará 24 meses da última utilização do FGTS para amortização da dívida e, portanto, poderei fazer nova operação de amortização.
    A minha dúvida é se poderei usar parte do saldo da conta do FGTS (aproximadamente 70%) para amortizar o saldo devedor e utilizar o restante para realizar o pagamento parcial das parcelas mensais (respeitado o limite de 80%), concomitantemente?

    Obrigado.

    • Olá Leonel

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que você poderá pleitear o uso de imediato do FGTS para pagamento de parte da prestação e a partir de nov poderá efetivar o pedido de amortização.
      As modalidades não se misturam e tem intervalos diferentes. Veja no artigo:
      Quantas vezes posso usar o FGTS no financiamento?

      Equipe Click Habitação

  5. Bom dia , mais uma vez parabenizar o exelente trabalho da equipe.
    Tenho umas dúvidas vou tentar ser breve e objetivo.
    1- Adquirir um imóvel na planta e entregaram agora no mês de maio 2016, optei em financiar o saldo devedor no caso 117.000 reais pela caixa . Os 17.000 já foi abatido do fgts para uma conta transitória e o valor financiado ficou aproximadamente 100.000reais em 139 prestações de aproximadamente 1600 reais . O problema é que recebi as chaves desde maio e estou pagando a caixa mensais que começou em 909 reais hoje está na quinta aproximadamente 1100reais esse dinheiro não está indo pra o saldo devedor e no extrato que mandam está como demostrativo de encargos.
    A dúvida é a seguinte:
    1-Por que ainda não estou pagando efetivamente o financiamento? Pois tenHo interesse em usar o fgts para amortizar não recebo nenhuma explicação convincente da construtora que fala que tem até 6 messes e diz que é a prefeitura que está atrasando a documentação.
    2- Quando for liberado o financiamento qual melhor opçãode amortizar o saldo tenho 60000 no fgts?
    Desde já agradeço pela atenção da equipe

    • Olá Agnelo

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que conforme consta no artigo existem 3 modalidades de uso do FGTS:
      1) aquisição (entrada)
      2) amortização/liquidação do saldo devedor na fase de retorno
      3) pagamento de parte da prestação na fase de retorno.

      Encargo durante a Fase de Construção

      Na fase de construção são cobrados juros contratuais sobre o valor das parcelas liberadas. Além dos juros contratuais, são devidos: atualização monetária sobre o saldo devedor, taxa de administração e seguro habitacional.
      A medida do andamento da obra e a liberação de parcelas o valor do encargo (Juros) vai aumentando.

      Sugerimos a leitura do artigo sobre a evolução do saldo devedor:
      Como consultar saldo devedor do financiamento

      Você somente poderá utilizar o FGTS para amortizar ou para pagamento de parte da prestação após o término da construção e averbação do Habite-se na matrícula do imóvel.

      Com relação ao uso do FGTS a melhor opção será sempre da amortização para redução do prazo do financiamento, desde o encargo mensal esteja dentro da capacidade de pagamento do orçamento familiar. Veja detalhes no artigo:
      As vantagens de amortizar com redução do prazo

      Equipe Click Habitação

  6. Bom dia!!!

    Eu e meu esposo adquirimos um apto com financiamento pela caixa econômico, porém no nome do meu tio.
    Vamos quitar agora no final do ano com o fundo de garantia do meu esposo, provavelmente entrará como uma compra, correto? Será que teremos desconto nessa quitação?

  7. Ola. Tenho um imóvel localizado na zona leste de SP no qual resido registrado em meu nome.
    Também tenho outro financiado pela CED na praia grande SP. ( Outro município? Posso usar o FGTS? Mesmo tendo outro imóvel em meu nome ?

    • Olá Flávio

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Lembramos que o uso do FGTS na habitação é moradia própria. Assim, uma pessoa não pode morar em 2 locais diferentes e uso do FGTS é para onde mora ou trabalha.
      Sugerimos a leitura do nosso artigo sobre o uso do FGTS na aquisição:
      Posso usar FGTS na compra de imóvel?

      Se você tem um financiamento ativo no SFH não poderá utilizar FGTS no próximo financiamento, enquanto o primeiro estiver ativo.

      E para utilizar o FGTS o imóvel deve localizar:
      a) no mesmo município onde o trabalhador exerça sua ocupação laboral principal, nos municípios limítrofes a ele ou integrantes da mesma região metropolitana; ou
      b) no mesmo município onde o trabalhador comprove a sua residência há mais de um ano, nos municípios limítrofes a ele ou integrantes da mesma região metropolitana.

      Equipe Click Habitação

  8. Primeiramente parabens pelo site!!

    mas tenho algumas dvidas sobre a aquisição de um imovel.

    Moro no cidade de Emu das Artes e trabalho em São Paulo, sou casado em regime comunhao parcial de bens, ja financiamento um apartamento em 2004 e vendemos em 2012. Após essa venda compramos uma casa em Embu das artes diretamente com proprietário na qual nos dará a procuração para escritura definitiva do imovel ( falta apenas 4 prestações) porem temos interesse em comprar um APARTAMENTO na Praia Grande no valor de 120 mil reais.

    as minhas duvidas sao:

    1. O setor documental da imobiliaria me informou que nao poderia utilizar o FGTS para financiamento do imovel devido que nao sou morador ou trabalhador no municipio do imovel. Procede?

    2. Devido ainda nao está escriturado minha casa ainda , consigo financiar este apartamento?

    3. a imobiliaria me informou caso entre com papelada para financiar o imovel as despesas de cartorio e ITBI deverão ser pagas por recursos proprios, procede? pois achei que estaria dentro financiamento junto a Caixa.

    4. qual percentagem em média devo calcular para pagamento de despesas registro de cartorio de imoveis?

    Pois o vendedor ate esperaria o financiamento mas gostaria saber se eu tenho condições de ingressar com documentação para que possa esperar o financiamento.

    Marcos

    • Olá Marcos

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Em relação as suas perguntas podemos falar:

      1) o uso do FGTS é para moradia do trabalhador e existem regras:
      Localização do Imóvel
      O imóvel deve localizar-se:
      a) no mesmo município onde o trabalhador exerça sua ocupação laboral principal, nos municípios limítrofes a ele ou integrantes da mesma região metropolitana; ou
      b) no mesmo município onde o trabalhador comprove a sua residência há mais de um ano, nos municípios limítrofes a ele ou integrantes da mesma região metropolitana.
      Veja detalhes no artigo:
      Posso usar FGTS na compra de imóvel?

      2) Esclarecemos que o financiamento poderá ser efetivado normalmente, desde atenda as condições e passe na avaliação de risco do Banco.
      O uso do FGTS neste financiamento deverá atender as condições de uso. Veja no artigo acima citado.

      3) Informamos que você poderá financiar os custos, é uma opção, mas o banco não financia 100% e assim sendo você deverá ter a entrada.
      Pode-se financiar 90% do valor no sistema SAC e 80% do valor no sistema PRICE.

      4) Existem diversos custos para compra e financiamento. Sugerimos a leitura do artigo:
      Custos para comprar imóvel
      Sugerimos reservar de 4 a 7% do valor do imóvel para os custos.

      Equipe Click Habitação

  9. Boa tarde! Por gentileza, gostaria de uma informação.
    Há dois anos eu comprei meu imóvel pelo Banco do Brasil, ele é financiado pelo Minha Casa, Minha vida. Tive uns problemas pessoais e acabei atrasando as parcelas. Acabou que o banco mandou minha dívida para um empresa terceirada e colocaram o boleto para pagar 19/08/16. Gostaria de saber se eu posso usar o meu FGTS para pagar esse boleto em atraso do meu financiamento e abater as prestações por 12 meses. Meu Saldo de FGTS é de R$ 2.800,00 e a parcela do meu financiamento é de 497,94. Obrigada pela atenção e aguardo sua resposta.

    • Olá Fabrícia

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que o uso do FGTS para pagamento de parte de prestação é possível com até 3 prestações em atraso. Você pode utilizar para pagar até 80% do valor do encargo.
      Orientamos a negociar com o Banco o pagamento de algumas parcelas até chegar as 3 em atraso e efetivar o uso do FGTS. Tem de negociar com o Banco.

      Veja detalhes no artigo:
      FGTS para Pagamento de Parte de Prestação

      Equipe Click Habitação

  10. Boa tarde,

    tenho um imóvel A que foi adquirido com FGTS e quitado a mais de 3 anos, se eu comprar um imóvel B financiado pelo SFH e após um ano eu vender o imóvel A, a partir desta venda eu posso utilizar o meu FGTS para amortizar o saldo do imóvel B? Pois não tenho mais outro imóvel em meu nome, mas tinha no momento da compra deste.

    • Olá José Paulo

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que se você eliminar o motivo do impedimento de uso do FGTS no financiamento do imóvel B, por meio da venda do imóvel A, e o financiamento do imóvel estiver dentro das regras de uso do FGTS poderá pleitear o uso do FGTS no financiamento do imóvel B.

      Equipe Click Habitação

  11. Olá, Tenho um financiamento ativo pelo SFH e utilizei os recursos do FGTS na aquisição em 2014. Se eu adquirir 50% de outro imóvel a vista em 2016 eu perco o direito de utilizar o saldo do FGTS para amortizar o primeiro financiamento?

    O meu primeiro imóvel foi enquadrado no SFH no momento da aquisição. Terei sempre o direito de utilizar o saldo devedor do FGTS para amortizar esse financiamento (que continua ativo) mesmo adquirindo outros imóveis a vista posteriormente?

    Obrigado.

    • Olá Ricardo

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que se o financiamento foi corretamente financiado no SFH independentemente da aquisição novos imóveis financiados ou não poderá pleitear o uso do FGTS.

      Veja no artigo:
      FGTS e a propriedade de imóveis

      Equipe Click Habitação

  12. Boa tarde! Parabéns pelas excelentes informações.
    Tenho um apartamento financiado, onde a cada dois anos faço amortização do saldo devedor com redução de parcelas. A ultima amortização foi feita em maio/2015. Estou em fase de negociação de venda deste apartamento, onde irei liquidar o saldo devedor para compra de um novo imóvel.
    Perguntas:
    1. Poderei utilizar o FGTS mais dinheiro para liquidar a divida do apartamento agora em agosto/16 que será em menos de 2 anos?
    2. Como venderei o apartamento antigo para adquirir um novo ( o valor da venda do antigo não será 100% do valor do novo) e o restante sera financiado, poderei após maio/2017 , amortizar a divida no novo? Ou terei que esperar 3 anos, já que se trata de outro imovel? lembro que na epoca do financiamento, não terei nenhum imovel em meu nome.

    Grata!

    • Olá Mirna

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Com relação as suas perguntamos podemos falar:

      1) O intervalo para o uso do FGTS pelo mesmo trabalhador para amortização ou liquidação é de 2 anos da última utilização para o mesmo fim. Assim, somente poderia utilizar o FGTS neste caso a partir de maio/2017.

      2) Os tipos de utilização não se misturam, assim o uso do FGTS para aquisição do novo (entrada) poderá ser efetivado se for um imóvel novo ou se neste imóvel não tiver sido utilizado FGTS na aquisição (entrada) nos últimos 3 anos.
      O FGTS na aquisição (entrada) tem o intervalo de uso para o mesmo imóvel.
      Assim, sugerimos a leitura do artigo e figura do artigo:
      Quantas vezes posso usar o FGTS no financiamento?

      Equipe Click Habitação

  13. Olá,
    Tenho uma dúvida com relação ao uso do meu FGTS e da minha esposa na compra de um imóvel. Sou casado em regime parcial de bens e tenho um imóvel adquirido com recursos próprios após o casamento na região metropolitana de Campinas/SP, onde resido atualmente. Porém trabalho na região metropolitana de Sorocaba/SP, onde preciso ir e voltar todos os dias. Pretendo comprar um imóvel em Sorocaba para ficar durante a semana. Posso utilizar o meu FGTS junto com o de minha esposa para a compra desse segundo imóvel em Sorocaba/SP ?
    Obrigado,
    Wiliam.

    • Olá William

      Boa noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que como o primeiro imóvel está quitado e é em região metropolitana diferente da onde pretende adquirir entendemos, a princípio, que poderá pleitear o financiamento com utilização do FGTS, considerando que trabalha na região metropolitana onde pretende adquirir e atenda as demais condições de uso do FGTS.

      Veja as condições de uso do FGTS na aquisição no artigo:
      Posso usar FGTS na compra de imóvel?

      Equipe Click Habitação

  14. Boa tarde,

    Pra usar o fgts na amortização da dívida, no caso abater o saldo devedor, eu tenho que ir na agência que abri o financiamento ou em qualquer agencia da caixa?

    Tenho 4.900,00 de fgts, usando pra abater o saldo devedor, o valor descontado será 4.900,00 mesmo ou alguma parte deve ser usada pra algum juro ou taxa?

    • Olá Junior

      Boa Noite!

      Esclarecemos que se você já utilizou o FGTS no financiamento como entrada ou teve um uso anterior você pode pedir a utilização por telefone:
      A CAIXA disponibiliza serviços de pós-venda da habitação pelos 3004.1105 (capitais e regiões metropolitanas) e 0800.726.0505 (demais regiões), aos clientes com contratos imobiliários ativos.
      Veja os serviços disponíveis por telefone no artigo:
      Contrato CAIXA Financiamento Habitacional

      Equipe Click Habitação

  15. Bom dia!!
    Muito obrigado pela resposta, eu ainda estava na dúvida sobre o novo imóvel que estou adquirindo no RS. Talvez eu esteja confundindo alguma coisa ou não estou entendendo o SFH, se eu estou amortizando um financiamento significa que eu tenho esse financiamento ativo. Eu comprarei esse novo imóvel no RS via SFH Banco do Brasil, ou seja, mesmo que eu venda a casa do Rio de Janeiro (hoje financiamento ativo na Caixa) eu não poderei utilizar o FGTS?! Existe outra forma de comprar um imóvel fora do SFH?! Desculpe-me a ingenuidade, não entendo muito sobre o assunto, só sei que pago imóveis desde de 2001..kkkkkk…muito obrigado, o site de vocês é extraordinário e explica coisas que nenhum banco conseguiu me explicar até hoje!! Abraços.

    • Olá Igor

      Boa Tarde!

      Se você vender o imóvel financiado no SFH não terá financiamento ativo, assim estaria apto a pleitear um financiamento no SFH e usar o FGTS, se atender as condições de uso, já repassadas a você.

      Você pode ter quantos financiamento quiser, mas para uso do FGTS existem regras. O uso do FGTS é para moradia própria.

      Você pode financiar fora do SFH, ou seja, no SFI – Sistema Financeiro Imobiliário ou Carteira Hipotecária, mas nestas operações não pode usar o FGTS.
      Veja detalhes nos artigos:
      Diferença entre SFH e SFI
      #Vídeo 2 – SFI x SFH

      Equipe Click Habitação

  16. Olá!
    Eu possuo um imóvel quitado, que foi financiado pela Caixa, na cidade do Rio de Janeiro e usei o FGTS para amortizar e quitar o financiamento. Há dois anos eu comprei um outro imóvel, via SFH Caixa, em Iguaba Grande (outra cidade no interior do RJ que não faz parte da região metropolitana). Estou querendo utilizar o FGTS para amortizar o saldo desse segundo imóvel em Iguaba Grande, eu posso utilizar? Eu trabalho em Macaé, em uma plataforma, e moro atualmente no Rio Grande do Sul. O meu apto do Rio ainda é meu e está alugado. Estou comprando um imóvel aqui no Rio Grande do Sul, caso eu não consiga utilizar o FGTS no RJ eu conseguirei utilizar ele para amortizar aqui no RS?
    Muito obrigado pela atenção.

    • Olá Igor

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Vamos repetir parte da resposta ao seu outro comentário anteriormente efetivado.

      Lembramos que o uso do FGTS na habitação é moradia própria. Existem regras de utilização.
      Dentre elas, destacamos:
      * Não ser titular de financiamento ativo no âmbito do SFH, localizado em qualquer parte do território nacional.

      Veja as regras de utilização:
      Como usar FGTS na compra de imóveis?

      Existe outra regra para uso do FGTS sobre a localização do imóvel.
      Localização do Imóvel
      O imóvel deve localizar-se:
      a) no mesmo município onde o trabalhador exerça sua ocupação laboral principal, nos municípios limítrofes a ele ou integrantes da mesma região metropolitana; ou
      b) no mesmo município onde o trabalhador comprove a sua residência há mais de um ano, nos municípios limítrofes a ele ou integrantes da mesma região metropolitana.

      Assim, se não mora ou trabalha na cidade do atual financiamento não poderá utilizar o FGTS.

      E se adquirir um imóvel onde mora atualmente, como possui outro financiamento ativo no SFH não poderá utilizar o FGTS até a venda do imóvel atual ou quitação do financiamento.

      Equipe Click Habitação

  17. Boa noite,
    Gostaria de saber se é obrigatório ter os 3 anos comprovados sobe regime do fgts? Mesmo tendo o valor necessário para o abatimento da parcela? Tem algo ao qual posso estar fazendo para aprovarem se caso realmente for precisa? Trabalhei um longo tempo porém sem registro… Esse mês apertou e acredito não ter condições de pagar á que está para vencer… Agradeço desde já!!!

    • Olá Cristiane

      Bom dia! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Informamos que sim! É obrigatório o prazo de 3 anos do regime do FGTS para utilização do FGTS no financiamento habitacional.

      Lembramos que o uso do FGTS é pagamento de parte da prestação, limitado a 80% do valor do encargo, e você deve ter o saldo para utilização por 12 meses. Veja detalhes no artigo:
      FGTS para Pagamento de Parte de Prestação

      Se seu contrato for da CAIXA, de repente, se já tiver 11 pagamentos poderá pleitear uma pausa (1 mês sem pagar), podendo pedir por telefone:
      A CAIXA disponibiliza serviços de pós-venda da habitação pelos 3004.1105 (capitais e regiões metropolitanas) e 0800.726.0505 (demais regiões), aos clientes com contratos imobiliários ativos.

      Equipe Click Habitação

  18. Boa Tarde!
    Tenho um financiamento no Rio de Janeiro (pela CEF) e outro em São Paulo (pelo Santander), minha pergunta: Posso utilizar o FGTS para abater a divida de algum deles?
    Informação: o mais antigo é o do Rio, onde resido.
    Grato

    • Olá Cristiano

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que a condição básica para o uso do FGTS é que o contrato seja no SFH.
      O segundo passo é o atendimento as condições de uso.

      Assim, atendidas as condições de uso e como os financiamentos estão ativos você somente poderá pleitear o uso do FGTS no financiamento mais antigo.
      Procure o seu banco.

      Equipe Click Habitação

  19. boa tarde . Tenho um financiamento de um apartamento pelo banco do brasil pelo sistema SFH e já se passaram mais de dois anos gostaria de saber se posso utilizar o FGTS para pagamento de parte da prestação ou abatimento do saldo devedor , o que é mais vantajoso e se eu optar por quitar parte das prestações e ainda assim sobrar saldo na minha conta de FGTS se posso utilizar para quitar parte do saldo devedor simultaneamente ?

    • Olá Natanael

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que são modalidades diferentes e assim você pode utilizar ambos simultaneamente.
      Apenas o pagamento de parte da prestação você poderá renovar anualmente.
      A amortização você poderá efetivar a cada 2 anos.

      Sugerimos a leitura do artigo:
      Quantas vezes posso usar o FGTS no financiamento?

      Equipe Click Habitação

    • Olá Alisson

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que poder simular o novo prazo precisamos que os valores de A-Amortização e J-Juros da prestação (A+J) sejam informados separadamente.
      No boleto do encargo mensal tem os valores.

      Equipe Click Habitação

  20. Olá, boa tarde !

    Tenho um financiamento imobiliário na atual situação:
    Saldo Devedor: R$ 95.349,01
    Taxa de Juros Contratual: 5,50
    Índice Reajuste saldo devedor no mês: 1,00153
    Seguro: 17,25
    Prazo de financiamento: 239 Meses

    Tenho cerca de R$ 12.000,00 de FGTS e gostaria de utilizá-lo, para redução do prazo do financiamento. Com este valor, qual seria o novo prazo de financiamento?

    • Olá Alisson

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que poder simular o novo prazo precisamos que os valores de A-Amortização e J-Juros da prestação (A+J) sejam informados separadamente.
      No boleto do encargo mensal tem os valores.

      Equipe Click Habitação

  21. Boa tarde,

    Estou querendo adquirir um imóvel com utilização do meu FGTS.
    Esse imóvel será adquirido em parte fracionária de 80% minha e 20% meu pai que reside em outra cidade e possuí casa própria quitada lá. A ideia é pagar esse imóvel da seguinte forma, meu pai pagará seus 20% à vista, eu pagaria 50% da minha parte (80%) com FGTS e os outros 50% financiaria no banco.

    As perguntas são: Essa transação é possível? O financiamento no banco é feito no nome dos dois proponentes? Posso utilizar meu FGTS para posteriormente amortização do Financiamento?
    Apenas no registro do cartório que será informada a fração que o imóvel foi adquirida (80% e 20%) ou no contrato com o banco isso também é informado?

    Obrigado

    • Olá Carlos

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que a hipótese constante no comentário é passível de financiamento. O uso do FGTS, depende do atendimento as condições de uso.

      Quanto ao financiamento ficar em nome do 2 – depende do que exatamente você quer. Se tiver renda suficiente para financiar o valor sozinho não seria necessário a entrada do seu pai no contrato e no financiamento. O valor pago por seu pai entraria como doação ou empréstimo entre vocês, a seu critério.

      Se for financiar junto com seu pai, ambos deverão constar no contrato e o percentual de propriedade deverá ser expresso no contrato de financiamento, que posteriormente será registro no Cartório de Imóveis.

      Quanto ao uso do FGTS no financiamento, desde que o contrato seja no SFH e você atenda as condições de uso poderá utilizar.

      Equipe Click Habitação

  22. Bom dia,

    Tive um problema que minha assessoria não mandou meus holerites, somente os informes de rendimento. Por conta disso, terei que refazer o processo. Dia 13/06/2016 dará os 60 dias para poder fazer novamente, só que meu FGTS foi sacado desde 27/04/2016. A minha pergunta é, eles terão que estornar e sacar novamente o FGTS? Caso precise fazer isso, existe algum prazo para que eles consigam sacar novamente?

    Equipe Click Habitação disse:
    jun 2, 2016 às 18:22
    Olá Bruno

    Boa Noite!

    Esclarecemos que o estorno e a recomposição da conta do FGTS demora em média cerca de até 30 dias.

    Equipe Click Habitação

    Mas será necessário fazer isso? sendo que o processo será reiniciado para o mesmo imóvel e proprietário?

    • Olá Bruno

      Boa Tarde!

      Esclarecemos que não é necessário o estorno do FGTS.
      Apenas respondemos a sua indagação no comentário quanto ao tempo de recomposição da conta do FGTS.

      Converse com seu Correspondente Bancário ou gerente da agência para o débito na conta do FGTS seja mantido.

      Equipe Click Habitação

  23. Bom dia,

    Tive um problema que minha assessoria não mandou meus holerites, somente os informes de rendimento. Por conta disso, terei que refazer o processo. Dia 13/06/2016 dará os 60 dias para poder fazer novamente, só que meu FGTS foi sacado desde 27/04/2016. A minha pergunta é, eles terão que estornar e sacar novamente o FGTS? Caso precise fazer isso, existe algum prazo para que eles consigam sacar novamente?

    • Olá Bruno

      Boa Noite!

      Esclarecemos que o estorno e a recomposição da conta do FGTS demora em média cerca de até 30 dias.

      Equipe Click Habitação

  24. Olá,
    Sobre usar o FGTS para pagamento das prestações logo na primeira prestação entendi, depois que assisti o vídeo que é preciso fazer , digamos um pedido de 12 meses .
    Tem que pegar o saldo e dividir por 12 e descontar o resultado no valor mas prestacoes.
    Não pode ser a cada mês? Exemplo entra no mês R$300,00 e desconta na próxima prestação os R$300,00.

    • Olá Lisiane,

      Boa Noite!

      Infelizmente não se pode usar os depósitos futuros para o uso para pagamento de parte da prestação.
      Você tem de usar o saldo disponível na data do pedido. Assim, terá que ter o valor suficiente para utilizar os 12 meses no momento da solicitação.

      Veja mais no artigo:
      FGTS para Pagamento de Parte de Prestação

      Uma alternativa, em especial no começo do contrato, é não utilizar todo o FGTS como entrada e deixar um pouco de saldo para utilizar para pagamento de parte da prestação.

      Equipe Click Habitação

  25. Parabéns pelo site e informações!

    Uma dúvida.

    Tenho 50% de um imóvel em São Paulo. Trabalho em Barueri a mais de 3 anos com recolhimento de FGTS. Sou casado com separação total de bens e pacto antenupcial. Se eu vender 10% do meu imóvel para o meu conjugue e ficar com 40% do imóvel de São Paulo posso utilizar os recursos do FGTS para comprar um imóvel em Barueri?

    Obrigado e no aguardo,

    At,

    • Olá Ricardo

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Em primeiro lugar precisamos saber a situação do imóvel atual. Ele está financiado no SFH e ativo?

      Se sim, até a quitação ou venda você não poderá utilizar o FGTS na compra de um novo. Mas, poderá utilizar no primeiro imóvel.

      Se não, e atender as condições de uso do FGTS poderá pleitear a compra. Veja detalhes no artigo:
      Como usar FGTS na compra de imóveis?
      FGTS e a propriedade de imóveis

      Equipe Click Habitação

  26. Prezados
    Parabéns pelo site. Muito organizado e esclarecedor.
    Tenho a seguinte duvida: estou adquirindo um imóvel sem usar o fgts (não é possível pois proprietário anterior utilizou em menos de 3 anos). Mas quero amortizar assim q adquirir o imóvel. Segundo informações q recebi so posso dar entrada nessa solicitação apos regularizacao completa do financiamento, inclusive com o pagamento do vendedor. Minha preocupação é que está processo demora muito e pagarei bastante de juros. Qual o prazo mínimo requerido para isso?

    • Olá André Luiz,

      Boa tarde! Agradecemos sua presença no Click Habitação.
      Tendo em vista a utilização do FGTS no imóvel há menos de três anos, o uso do FGTS para amortização só poderá ser efetuada após o registro do imóvel.
      O pagamento ao vendedor só costuma ocorrer após a comprovação desse registro ao Banco.
      Com relação a demora, o prazo normal desse registro é de 15 dias, caso não haja exigências por parte do Cartório de Registro de Imóveis.
      Para saber mais veja o artigo Há prazo para registro do imóvel?

      Equipe Click Habitação

  27. Olá, boa noite. Antes de mais nada Parabéns pelo exelente trabalho.
    Adquirir um imóvel na planta em 2013 o mesmo será entregue agora abril 2016. Tenho algumas dúvidas.
    Situação/simulação.
    Valor do imóvel hoje : 265.425, 48
    Valor já pago: 148.713, 94
    Valor do financiamento :116.711, 54
    Prazo :200 meses
    Primeira prestação :1571,78 sistema SAP
    Dúvidas:
    1- Quero usar o fgts segundo a correspondente caixa o mínimo de financiamento é 100.000,00. Só que devo 116711 então posso colocar os 16711 do fgts e financiar os 100.0000 ?e assim que receber a chave posso amortizar saldo devedor e/ ou abaixar as prestações?
    Pois segundo a correspondente se utilizar os 16711, só poderei usar o fgts após 2 anos isdo procede?
    2- Tenho a opção de financiamento direto pela incorporadora que nesse caso falto 4X de 2300 e depois pagarei 71X de 1420 corrigido 1%ao mês mais igpm.
    De um lado com financiamento caixa além de usar o fgts a prestação cairia decrescente porém aumentaria paz o de 7X para 200 .
    O que vc me aconselha ?
    Desde já agradeço pela atenção!

    • Olá Neto,

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      1 – Esclarecemos que os intervalos de uso por tipo de utilização do FGTS não se misturam:
      Interstício (Intervalo) para utilização do FGTS
      Para cada tipo de utilização existe um intervalo (interstício) mínimo para nova utilização. Mas, este intervalo vale na mesma modalidade de uso, ou seja, se você utilizar o FGTS na aquisição pode de imediato utilizar para amortizar o saldo ou para pagamento de parte da prestação.

      a) na aquisição (entrada) – 3 anos para nova utilização (entrada) para compra/venda do mesmo imóvel;
      Ou seja, a restrição de uso do FGTS a cada 3 anos é para o imóvel.

      b) na amortização – se usou na entrada pode usar de imediato para amortização, podendo o trabalhador efetivar a cada 2 anos.
      Ou seja, a restrição de uso do FGTS é para o mesmo trabalhador a cada 2 anos.

      c) para pagamento de parte de prestação – se usou na entrada e até para amortizar o saldo devedor poderá utilizar normalmente, podendo renovar a cada 12 meses.
      Pode Utilizar para pagamento de até 80% do valor do encargo mensal, dependendo do valor do saldo de sua conta vinculada do FGTS.

      Desta forma o fato de utilizar na entrada não impede de você de imediato usar para amortização o saldo devedor com FGTS.
      Veja mais no artigo:
      Quantas vezes posso usar o FGTS no financiamento?

      2 – Financiar com o Banco ou Construtora.
      Bem, considerando que você tem FGTS e pode utilizar, a principio a melhor opção será financiar no SFH.
      Veja mais:
      As vantagens de amortizar com redução do prazo
      Os juros provavelmente serão menores, mas você terá que pagar o seguro habitacional e taxa de administração. Veja o CET nas duas opções para verificar qual a melhor.
      O indexador IGPM tem índices bem superiores ao que seu financiamento terá (TR).
      Alguns municípios tem desconto no ITBI pelo fato de financiar no SFH, talvez isso veja uma vantagem para você. Verifique a legislação do seu município. Informamos que existem Prefeituras que não dão descontos.
      Veja no artigo:
      Desconto registro primeiro imóvel SFH e Desconto ITBI

      Parece que somente citamos exemplos favoráveis ao financiamento.
      Entendemos que somente valeria a pena financiar com a Construtora se tivesse um desconto razoável, que não nos parece o caso.

      Equipe Click Habitação

  28. Ola.
    Comprei uma casa de 515mil antes de 2013, quando o limite para uso do FGTS foi pra 750mil.
    Posso usar o FGTS para abater prestações? Vcs nao mencionam, do modo que está o texto dá a entender que eu já posso.
    Grato
    Paulo

    • Olá Paulo,

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que uma condição básica para o uso do FGTS é que o contrato deve ser formalizado no SFH.
      Os limites de avaliação e financiamento do SFH variam no tempo. Veja no artigo:
      SFH – Limites de Avaliação e Financiamento

      Assim, pelo que disse você não se enquadrou no SFH no momento da contratação, ou seja, seu financiamento é FORA DO SFH.

      Transferência para o SFH
      A transferência de financiamento para o SFH (transposição) existia e era utilizada no mercado imobiliário. Mas, em termos de normalização somente existia menção do MMP – Manual de Moradia Própria – Uso do FGTS (norma do agente Operador do FGTS).
      A nova versão do MMP de 22/04/14 modificou essa prerrogativa do texto.
      Assim, não existe mais norma permitindo tampouco proibindo a chamada Transposição para o SFH. Mas é necessária a anuência do Banco.
      O mercado (Bancos) utilizava a transposição, mas recentemente houve uma mudança de postura e todos passaram a não aceitar, em especial o Banco Central.

      Veja mais no artigo:
      Transferência de Financiamento para o SFH e Uso FGTS

      Equipe Click Habitação

  29. Boa note.

    Estou querendo comprar um imóvel novo que custa 180.000,00 e no momento tenho um saldo de fgts de 40.000,00 e nas simulaçoes que eu fiz no site da CEF, baseado na minha renda mensal consigo financiar a diferença.
    Eu gostaria de saber, se poderei o usar o meu saldo de fgts como pagamento da Entrada, já que só tenho disponível em dinheiro o necessário para a documentação com itbi, registro do imovel).

    • Olá Rejane

      Bom dia! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que para utilizar o FGTS o imóvel e você tem de atender as condições de uso.
      A principio, o valor do imóvel está enquadrado dentro do SFH.

      Orientamos a procurar o Banco ou Correspondente Bancário para iniciar as tratativas.
      Veja mais no artigo:
      Como usar FGTS na compra de imóveis?

      Equipe Click Habitação

    • Olá Glaucia

      Bom dia! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que nosso objetivo é repassar informações de qualidade a todos os interessados.

      Equipe Click Habitação

  30. Boa tarde, esqueci de completar minha pegunta. A minha esposa tem 12 meses que trabalha no regime CLT ela pode usar para abater no valor das prestações? Ela já trabalhou em outras empresas no mesmo regime, porem todo o FGTS foi sacado da ultima vez que foi demitida, sendo que somando todos os anos que já trabalhou do regime CLT dá mais de 15 anos.

    • Olá Valtencir

      Boa Tarde!

      Se ela Possuir 03 anos de trabalho sob o regime do FGTS, somando-se os períodos trabalhados, consecutivos ou não, na mesma ou em diferentes empresas poderá utilizar o FGTS.

      Equipe Click Habitação

  31. Prezados,

    Quando uso o FGTS para pagar parte da prestação. Após 12 meses quando usar novamente, o valor que será descontado é na prestação original ou na que foi usada nos 12 meses?

    • Olá Ricardo,

      Boa Tarde!

      Esclarecemos que o encargo mensal de quando estiver fazendo o pedido de utilização do FGTS será a base de cálculo dos valores a utilizar.
      Para fins dos calculos sempre nserá baseadoo encargo vigente na data do pedido do uso do FGTS.

      Já respondemos a outra questão.

      Equipe Click Habitação

  32. Pessoal,

    Parabéns pela iniciativa do site, se eu tivesse conhecimento dele, provavelmente não faria tanta besteira no meu financiamento.

    Eu vi que existe a modalidade de pagar parte da prestação com meu FGTS.
    Hoje minha prestação está em 2900 reais e meu saldo diminuiria em torno de 900 reais. Após 12 meses posso renovar o procedimento e descontar mais 600 reais. Minha dúvida é se ele seria abatido do 2000 que estava pagando ou do valor original de 2900?

    Agradeço desde já pelas dicas.

    • Olá Ricardo,

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que o uso do FGTS para pagamento de parte da prestação funciona assim:
      $ 2900 * 12 * 80% = $ 27.840
      A sua conta vinculada do FGTS teria que ter um saldo de R$ 27.840 (hoje) e você poderia abater R$ 2.320 do seu encargo mensal.

      Se você não tem os R$ 27.840 ou não quiser abater o máximo poderá abater um percentual menor, por exemplo:
      Você tem um saldo de R$ 20.000, então 20.000 / 12 = $ 1.666,67
      Neste caso você abateria R$ 1.666,67 de cada parcela mensal durante 12 meses.

      Passado os 12 meses você pode renovar o uso por mais 12 meses. O raciocínio é o mesmo, depende do seu saldo de FGTS.
      Divida o saldo do FGTS por 12. Mas, é limitado a 80% do encargo mensal.
      Assim, você paga em dinheiro no minimo 20% do encargo mensal.

      Sugerimos a leitura do nosso artigo sobre o tema:
      FGTS para Pagamento de Parte de Prestação

      Equipe Click Habitação

  33. Bom dia,

    Tenho um imóvel financiado pela Caixa com contrato datado de setembro de 2013. Na ocasião o imóvel foi alienado com carta de crédito com recursos do SBPE – Fora do SFH – no âmbito do SFI.
    Não pude utilizar o FGTS porque a regra em setembro de 2013 para ser financiado pelo SFH o valor do imóvel era até R$ 500 mil.
    Como já passaram 2 anos da assinatura do contrato, posso abater parte do finaciamento com o FGTS?

    • Olá Cristiano,

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que a Transferência de sistema de FORA DO SFH (SFI) para o SFH era utilizada pelo bancos, mas recentemente houve reversão de posicionamento, conforme falamos no nosso artigo:
      Transferência de Financiamento para o SFH e Uso FGTS

      Assim, para efetivar a transposição você precisa da anuência dos Bancos, mas neste momento administrativamente isto não é possível.

      Equipe Click Habitação

  34. O QUE TENHO QUE FAZER PARA USAR FGTS NAS PARCELAS EM ATRASO QUE EU TENHO
    E QUE DOCUMENTOS PRECISO
    MEU CPF 883.770.329.53
    TENHO QUE RESOLVER O MAIS RÁPIDO POSSIVEL

    OBRIGADO
    VALDIR NUNES FERNANDES

    • Olá Valdir,

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que for até 3 prestações em atraso você deve procurar a agencia do Banco e efetivar a negociação. No caso da CAIXA poderá utilizar o telefone 0800-7260505.

      A relação de documentos consta no artigo, vamos repetir abaixo:
      O que devo fazer para solicitar uma dessas operações?

      Para solicitar qualquer uma das operações, o primeiro passo é ir ao Banco com extrato da conta vinculada do FGTS para obter informações, instruir o pedido com a documentação necessária. Deve levar, ainda, a última prestação paga e o seu contrato de financiamento.

      Documentação
      – Documento oficial de identificação (Ex. RG, Passaporte, etc.)
      – Extrato de conta(s) vinculada(s) ao FGTS atualizado
      – Carteira de trabalho para comprovar o tempo de trabalho sob o regime do FGTS
      – Para trabalhador avulso, declaração do órgão gestor da mão de obra ou do sindicato
      – Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física – Para comprovação de não propriedade de imóvel nas condições impeditivas à utilização do FGTS; endereço residencial; ocupação laboral principal; existência de financiamento habitacional; alienação do imóvel impeditivo; percentual de propriedade de imóvel.
      – Formulário para Movimentação de Conta Vinculada do FGTS – Amortização/ Liquidação/Pagamento de parte das prestações de financiamento habitacional (DAMP).

      O atendimento dos requisitos do trabalhador e do financiamento é atestado pelo trabalhador mediante declaração firmada sob as penas da lei de que não é titular de imóvel nas condições impeditivas ao uso do FGTS, conforme o período de vigência pertinente ao contrato de financiamento objeto do FGTS.

      Equipe Click Habitação

  35. Primeiramente, acho a página de vocês sensacional e espero que continuem desenvolvendo esse ótimo trabalho. Estou comprando um apartamento juntamente com meu noivo, mas ele já tem um outro imóvel financiado, aonde já utilizou o FGTS para entrada e amortizações. Minha dúvida é, quando ele finalizar o pagamento deste outro imóvel ele estará vendendo / doando o mesmo, sendo assim, ele poderá utilizar o FGTS dele neste nosso novo apartamento? Tenho medo dele não conseguir utilizar o FGTS futuramente mesmo vendendo o apartamento antigo. O ideal seria já comprarmos o novo em nosso nome ou apenas no meu e adicionarmos o dele após a venda do antigo? Grata

  36. Olá, recentemente tive o meu pedido de utilização do FGTS negado. Estou financiando uma casa em uma cidade onde minha noiva reside, porém por eu ser de outra cidade, e trabalhar em uma terceira cidade foi negado o pedido. O que devo fazer?

    • Olá Leonardo,

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que o trabalhador que não possui imóvel ou financiamento ativo no SFH e que esteja adquirindo imóvel localizado em município diferente do município da ocupação laboral principal, ou nos municípios limítrofes e integrantes da mesma região metropolitana, pode comprovar residência por meio de declaração de não possuir imóvel ou financiamento ativo no âmbito do SFH em qualquer parte do território nacional e 01 (um) comprovante de residência atual relativo ao mesmo município onde pretenda adquirir imóvel com o uso do FGTS, com data atual, sem que seja necessário comprovar 1 ano de trabalho.

      Orientamos a retornar ao Banco e esclarecer que tal prerrogativa consta no Manual de Moradia Propria – MMP do FGTS.

      Veja as demais condições de uso do FGTS no artigo:
      FGTS Requisitos do trabalhador – Aquisição

      Equipe Click Habitação

  37. Ola boa noire
    Ja tenho um Imovel e comprei mais um apartmento portanto posso utilizar o fgts para adiantar as prestacao de meu apartmento?

    • Olá Marcia,

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que para utilização do FGTS é necessário verificar alguns pré-requisitos, dentre eles a propriedade de imóveis.
      Se o novo imóvel for em região metropolitana diferente do primeiro imóvel é passível de utilização do FGTS, desde que o financiamento se enquadre no SFH e demais normas de utilização do FGTS.
      Se o novo imóvel for na mesma região metropolitana do primeiro imóvel somente após a venda poderá utilizar no novo imóvel, desde que sejam respeitadas as condições de uso do FGTS.

      Sugerimos a leitura do artigo:
      FGTS e a propriedade de imóveis

      Equipe Click Habitação – 3º ano!

  38. Olá,

    Tenho 2 dúvidas, existe alguma forma de simular custas de cartório para documentação do imóvel para Santo André – SP? Como IBTI, escritura, etc, pois gostaria de saber média de gastos.

    Segunda é que irei pagar parte do imóvel com FGTS, mas na agência da Caixa, me redirecionaram para um angenciador da Caixa, este agenciador cobrará tarifa pela liberação do FGTS? Não é só ir em qualquer agência da CEF?

    • Olá André,

      Boa Tarde! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Para saber os valores dos emolumentos e custas de Cartório, consulte o link do seu estado no site do IRIB.

      Quanto ao ITBI deverá consultar o site da Prefeitura.
      Santo André – Tributos

      Com relação ao Banco esclarecemos que muitos deles, inclusive a CAIXA, utiliza correspondentes imobiliários para verificação da documentação e condições de financiamento aos compradores.
      Você não deve pagar nada ao correspondente, ele será remunerado pelo Banco.
      Na aquisição de imóvel à vista com uso de FGTS existem tarifas cobradas pelos Bancos. Veja o artigo:
      FGTS para compra de imóvel à vista

      Equipe Click Habitação – 3º ano!

    • Olá Wlisses,

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação!

      Esclarecemos que é vedada a movimentação da conta vinculada ao FGTS para a aquisição de lote/terreno não-construído, por se tratar de operação não financiável nas condições vigentes para o SFH. A exceção é para comprar lote urbanizado de interesse social não construído (operações com subsídios governamentais).
      O uso do FGTS na fase de retorno do financiamento exige que o contrato esteja devidamente concedido no âmbito do SFH, dentre outras exigências previstas na legislação.

      Sugerimos consultar o Banco para verificar as condições de enquadramento do seu contrato no SFH. Veja o artigo:
      FGTS Requisitos do trabalhador – Aquisição

      Equipe Click Habitação

  39. Quando utilizo o FGTS para ajudar a pagar o valor da prestação mensal dos financiamentos feitos pelo Sistema Financeiro de Habitação, o valor total da parcela ( parte utilizada do FGTS + parte do mutuario/trabalhador ) é deduzido no saldo devedor do emprestimo.

    • Olá Fernando,

      Boa Noite! Agradecemos a presença no Click Habitação.

      Esclarecemos que na modalidade de uso do FGTS para pagamento de parte de prestação a evolução do saldo devedor continua como antes, não há alteração.
      Mas, não é o valor total da parcela que é deduzida do saldo devedor, apenas a parte da amortização – A da prestação (A + J-Juros) é deduzida do saldo devedor.
      Na parcela mensal existem acessórios (seguro habitacional e taxa de administração) que não amortizam o saldo.

      Sugerimos a leitura dos artigos para o entendimento da composição da parcela e da evolução do saldo devedor:
      Como consultar saldo devedor do financiamento
      Encargo e Prestação – Quais as diferenças?

      Click Habitação
      Fique atualizado com o conteúdo do Click Habitação!
      Inscreva-se no site: http://www.clickhabitacao.com.br/
      ASSINE NOSSO NEWSLETTER

DEIXE SUA PERGUNTA, COMENTÁRIO OU SUGESTÃO.