Assessoria de Crédito Imobiliário – Como funciona e quais são as vantagens

Assessoria de Crédito Imobiliário – Como funciona e quais são as vantagens

479
Fonte: Tibério Construtora
COMPARTILHAR

A Assessoria de Crédito Imobiliário é uma empresa que realiza suporte ao cliente que deseja financiar um imóvel

Assessoria de Crédito Imobiliário - Como funciona e quais são as vantagens

A Assessoria de Crédito Imobiliário serve como uma intermediadora entre comprador e banco, agindo de maneira que poupe o cliente dos contratempos que podem acontecer, principalmente quando os interessados no imóvel agem sem a ajuda de uma empresa especializada.

Veja quais são as vantagens de contratar os serviços da Assessoria de Crédito Imobiliário:

Torna o processo mais rápido

Com a intensa rotina do dia a dia, nem sempre é fácil administrar diversos assuntos ao mesmo tempo. Para poupar o comprador de ter que resolver as burocracias que envolvem a compra, a assessoria assume algumas das responsabilidades destes procedimentos.

Agiliza etapas

A primeira medida que o comprador pensa em tomar ao avaliar a possibilidade de financiamento, em geral, é conversar com o gerente de seu banco. Entretanto, existe uma plataforma dentro das instituições bancárias que são especiais para o crédito imobiliário, e ela atende apenas pessoas jurídicas.

Ao contratar uma assessoria, você irá poupar tempo e ter acesso direto às informações necessárias. Inclusive, ela fará uma pesquisa para localizar o banco que oferece as melhores condições – ressaltando que muitas vezes não será aquele no qual o comprador já possui conta.

Custo x Benefício

Existe uma taxa que é cobrada pela assessoria para que ela possa resolver os problemas do comprador. Entretanto, essa taxa é compensada pela economia que normalmente se faz, pois os contratos de compra relacionados a um imóvel preveem juros de 1% ao mês, a partir da data de emissão do Habite-se (documento que libera o empreendimento para moradia).

Caso não ocorra a liberação do recurso até a data de vencimento da parcela de financiamento que está no contrato, o comprador irá pagar estes juros para a construtora até que ele seja liberado. Logo, a assessoria entra mais uma vez para otimizar a burocracia até a aprovação do financiamento e livrar o comprador desta cobrança indesejada.

Como a Assessoria de Crédito Imobiliário trabalha

Para que a Assessoria possa realizar o seu procedimento com êxito, ela precisa realizar seu trabalho com base em alguns processos.

Em um primeiro momento, é importante que a assessoria identifique toda a documentação do comprador necessária para realizar a entrada no financiamento do imóvel. Com isso, ela é responsável por avaliar a validade de cada item entregue pelo cliente.

Além disso, ela precisa explicar detalhadamente todas as possíveis formas de financiamento, além de apresentar os prazos, taxas de juros, condições de pagamento e seguros. Todas essas informações precisam estar alinhados com os dados entregues pelo cliente.

Realizam também a apuração de renda, seguida pela simulação de operação imobiliária, sempre de acordo com as informações fornecidas pelo cliente. Esta etapa é imprescindível , pois é nela que é conferido mais uma vez se os dados estão dentro da realidade financeira de quem deseja adquirir um imóvel, se possui o potencial aquisitivo para cumprir os prazos estabelecidos e verificar qual é a melhor opção de pagamento.

Logo após, os dados do comprador são inseridos no sistema de crédito. Feito isso, é realizada uma avaliação de renda e adiantar a entrada. Nesta etapa, mediante autorização do cliente, a assessoria pode indicar o uso do FGTS. Ela será encarregada também de reunir toda a documentação referente ao imóvel.

Caso todas as etapas acima estejam dentro das conformidades, o banco irá elaborar o contrato de financiamento. Em seguida, a assessoria marcará o agendamento de sua assinatura e entrega no Cartório de Imóveis. Nesta etapa, ocorre também o recolhimento, emissão e pagamento de tarifas operacionais, custos de ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis), que deve ser pago ao município onde o imóvel foi construído, e o Registro de Imóveis.

Ao final de todo este processo, o contrato pode ser retirado do Cartório de Imóveis e entregue ao comprador.

É importante frisar que todos estes serviços são contratados separadamente. Fica a critério do cliente escolher dentre as opções de pacotes disponibilizados pela assessoria, escolhendo aquele que mostrar o melhor custo x benefício.

Esse post foi uma colaboração do César Fernandes da Tibério Construtora.

1 COMENTÁRIO

  1. Só esqueceu de mencionar, que tem as certidões negativas, as exigências que geralmente acontecem no RGI, e outros detalhes, que nenhum contrato é igual a outro.

DEIXE SUA PERGUNTA, COMENTÁRIO OU SUGESTÃO.